Cherif
Home Destaques Cherif é campeão no México após revelar ato racista
Destaques - Praia - 2 de maio de 2021

Cherif é campeão no México após revelar ato racista

Dupla catari vinha de dois vices consecutivos em Cancún

O catari Cherif Younousse terminou uma semana conturbada no lugar mais alto do pódio. Ao lado do parceiro Tijan Ahmed, ele venceu neste domingo a dupla russa Leshukov/Semenov por 2 sets a 0, parciais de 21-15 e 21-12, conquistando o título da terceira etapa da série do Circuito Mundial em Cancún, no México.

Mais do que o título após dois vices consecutivos, Cherif pôde dar a volta por cima após sofrer um caso de racismo no hotel onde os atletas ficaram concentrados durante quase um mês.

Sem os noruegueses Mol/Sorum, vencedores das etapas anteriores, Cherif/Ahmed entraram como um dos favoritos, venceram os italianos Abbiati/Andreatta, mas foram derrotados no encerramento da primeira fase pelos poloneses Losiak/Kantor. Foram para a repescagem e passaram a atropelar os rivais na sequência.

Stephen/Sarabia (MEX), Varenhorst/Van de Velde (HOL), Alison/Álvaro (BRA), Lucena/Dalhausser (EUA) e Semenov/Leshukov (RUS) foram vencidos pelos campeões, todos em sets diretos.

O resultado fará com que os cataris avancem no ranking para classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Entraram na semana em nono lugar e vão ganhar posições na lista divulgada nesta segunda-feira.

– É ótimo finalmente termos conseguido atingir nosso objetivo, mas não estávamos com pressa. Confiamos no processo e sabemos que é de longo prazo. Nós apenas mantivemos a paciência e tentamos jogar melhor do que os torneios anteriores, nem estávamos pensando no ouro, mas estamos muito gratos por termos vencido. Estamos fisicamente e mentalmente exaustos agora, mas mantivemos nosso foco o mais forte que podíamos e isso fez a diferença – comentou Cherif, emocionado após o título.

Foi o primeiro da parceria em um evento quatro estrelas da Federação Internacional. Anteriormente, eles haviam vencido uma etapa de uma estrela, a graduação mais fraca do Circuito.

Veja também

Brasil viajará com 16 jogadores para Rimini

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) confirmou, na tarde desta segunda-feira, o elenco…