EUA
Home Liga das Nações Com virada no 2º set, EUA vence e pega o Brasil na final
Liga das Nações - 24 de junho de 2021

Com virada no 2º set, EUA vence e pega o Brasil na final

Os EUA conseguiram uma virada impressionante no segundo set – perdiam por 22 a 16 e venceram por 25 a 23 – para derrotar a Turquia por 3 a 0 – parciais de 25-21, 25-23, 25-18 -, na tarde desta quinta-feira, em Rimini, na Itália, pela semifinal da Liga das Nações Feminina de Vôlei, e vai encarar o Brasil na decisão. A final será nesta sexta-feira, às 14h30 (horário de Brasília). Confira a programação do SporTV para a VNL.

O Brasil garantiu vaga ao derrotar o Japão, mais cedo, por 3 a 1. As duas seleções vão reeditar a decisão de 2019, vencida pelos EUA. As norte-americanas são as atuais bicampeãs da competição. Veja aqui os números de Brasil 3 x 1 Japão.

A oposta turca Karakurt foi a maior pontuadora do jogo, com 18 pontos. Nos EUA, valeu a força do conjunto, com uma distribuição mais equilibrada. A oposta Drews foi a maior pontuadora do time, com 9 pontos. Michelle Bartsch e Akinradewo fizeram 8 cada uma; Robinson pontuou 7 vezes e Washington 7.

As americanas fizeram 40 pontos de ataque contra 42 das turcas; marcaram 7 pontos de bloqueio, contra 6 das europeias. Foram 4 pontos de saque contra 3 das rivais. A maior diferença foi no número de erros. As atuais campeãs da VNL cederam 13 pontos, enquanto a Turquia errou 24 vezes.

O técnico dos Estados Unidos, Karch Kiraly, escalou hoje Thompson na saída no lugar da Drews e Larson e Michelle Bartsch-Hackley nas pontas. Robinson entrou no segundo set e foi fundamental para a virada. As turcas abriram 16 a 8 e depois 22 a 16, mas abusaram dos erros, perderam a confiança no ataque e permitiram a virada americana em 24 a 22. O set acabou em 25 a 23, levando o técnico da Turquia, o italiano Giovanni Guidetti à loucura. A terceira parcial foi equilibrada somente até o 18º ponto. Os Estados Unidos abriram 3 de vantagem 21 a 18 e fecharam o set em 25 a 20 num erro de ataque da Baladin.

A equipe campeã da Liga das Nações vai faturar US$ 1 milhão em premiação.

Veja também

Sesi vira sobre o Vôlei Renata em jogo catimbado

A reprise da semifinal do último Campeonato Paulista entre Vôlei Renata e Sesi, pela prime…