Ngapeth
Home Destaques Ngapeth acusa Heynen de racismo. Técnico da Polônia nega
Destaques - Internacional - Liga das Nações - 24 de junho de 2021

Ngapeth acusa Heynen de racismo. Técnico da Polônia nega

O ponta francês Earvin Ngapeth usou o Instagram, nesta quinta-feira, para acusar o técnico Vital Heynen de racismo. O fato teria acontecido durante a Liga das Nações, mas não na partida entre França e Polônia pela última rodada da Liga das Nações, em Rimini (ITA), ontem.

Na postagem, Ngapeth marcou a conta da Federação Internacional de Vôlei e escreveu sobre o tema, além de revelar xingamentos de Michal Kubiak durante o clássico europeu: “Vital Heynen usou o termo “navio negreiro” para descrever as pessoas de cor (que cuidam de sua segurança na bolha sanitária). É claramente racismo. Há testemunhas. Para não falar dos diversos insultos do Sr. Kubiak (filho da p…) durante o jogo da noite passada. Obrigado por mostrar ao mundo que tipo de pessoa faz parte do nosso mundo”.

Heynen também usou as redes sociais para se defender. No Twitter, ele escreveu:

“Nunca fiz nenhum insulto racista a ninguém em toda a minha vida. Pelo contrário, acredito fortemente na igualdade de todas as pessoas, independentemente da cor da pele, religião ou origem”, rebateu Heynen.

Sobre o xingamento de Kubiak, Ngapeth postou um vídeo curto, que permite a leitura labial. No fim do jogo de ontem, os jogadores se estranharam e a arbitragem os advertiu com cartão amarelo.

Após a publicação deste texto, a FIVB se pronunciou. A entidade disse estar investigando o caso e, se encontrar alguma violação, encaminhará o assunto a um comitê disciplinar.

Atualizado às 8h30

Veja também

Vídeo: Quem são os 5 melhores ponteiros do mundo?

Já que Bruno Souza e Daniel Bortoletto não conseguiram agradar gregos e troianos com a esc…