São Caetano
Home Estaduais São Caetano treina com elenco definido para a temporada
Estaduais - Superliga - Vaivém - 24 de junho de 2021

São Caetano treina com elenco definido para a temporada

Time do ABC iniciou os treinamentos nesta semana

O São Caetano fecha a sua primeira semana de preparação para a temporada 2021/2022, nesta sexta-feira, no ginásio Milton Feijão, no Complexo Esportivo Lauro Gomes, de São Caetano do Sul, com novidades.

O tradicional time terá o patrocínio da Energis 8 Brasil, empresa que atua nos setores químico, petroquímico, do agronegócio, serviços e transportes, que optou pelo vôlei no final da última temporada e renovou o patrocínio para 2021/2022. Já a Apetece, outra apoiadora, fará o fornecimento de alimentação às integrantes da equipe, que também conta com a estrutura e a parceria da Prefeitura de São Caetano do Sul.

A primeira competição de time de São Caetano na temporada será o Campeonato Paulista, a partir de agosto. Uma reunião entre as equipes com a Federação Paulista de Vôlei definirá o calendário na próxima semana. Rebaixado na Superliga, o time do ABC espera a confirmação de todos os participantes da elite. Com Curitiba ainda sem definição de continuidade, existe uma possibilidade de São Caetano retornar para a elite.

O São Caetano Vôlei é um time novo em relação a última temporada. Segue jovem, sendo formado por sete juvenis, sete adultas e duas atletas da categoria infanto-juvenil.

O treinador é Fernando Gomes. Entre as adultas permaneceram na equipe Mari Blum, ponta, de 37 anos, que veio dos Estados Unidos para São Caetano na última temporada, a líbero Laís, de 24 anos, e a central Giulia, de 22 anos.

As novidades são a levantadora Mikaella Costa, que estava no Sesc/Rio na Superliga de 2018/2019 e foi vice-campeã da Superliga B em Valinhos na temporada 2020/2021; a central Raquel da Silva, de 24 anos, que foi campeã no Campeonato Português jogando pelo Clube Desportivo das Aves (2018/2019) e a ponteira Rafaela da Fonseca, de 25 anos, que jogou no Minas e no College of Central Florida, nos Estados Unidos. A ponteira Maria Eduarda, a Duda Lima, de 22 anos, que foi vice-campeã da Superliga B por Valinhos, retorna ao São Caetano.

Entre as mais jovens estão a levantadora Laryssa, a líbero Ana Breder, a ponteira Letícia Cruz, todas com 18 anos e que estiveram com São Caetano na última Superliga, bem como Julia, de 19 anos, que também atua como ponta. Chegaram a ponteira Tayna, de 20 anos, Rosaly Egwuatu que já foi tricampeã infantil e campeã juvenil pernambucana, também de 20 anos, e a central Giovanna, de 19 anos, que jogou a última temporada em Santa Catarina.

O time também tem Duda, de 17 anos, e Isabella, de 18 anos, ambas atuando como ponteiras na categoria Infanto-Juvenil, o que só reforça a vocação formadora do trabalho de São Caetano, tradicional no vôlei feminino.

Veja também

Brasil pelo mundo: destaques do fim de semana (24 a 26/9)