Blumenau
Home Superliga Blumenau comemora entrega do fair play financeiro
Superliga - 7 de julho de 2021

Blumenau comemora entrega do fair play financeiro

Clubes participantes da última Superliga precisam comprovar quitação dos compromissos assumidos

A Apan/Eleva/Blumenau anunciou ter encaminhado nesta semana a documentação do cumprimento do fair play financeiro para Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), com os dados da temporada passada. O documento é uma das exigências da entidade para permitir a participação de um clube em competições nacionais, como a Superliga.

Ao fim de cada temporada, os clubes são obrigados a apresentar o documento, assinado por todos os integrantes da equipe (atletas e comissão técnica), informando o cumprimento de todas os compromissos financeiros acordados com os profissionais.

– Uma gestão pé no chão e que conta com apoio de inúmeros parceiros, como a Eleva Química, nossa patrocinadora master – destacou Luís Fernando Pamplona Novaes, presidente da Apan Vôlei Blumenau, garantindo a importância da transparência para a consolidação do projeto.

Segundo o dirigente, o cumprimentos dos compromissos assumidos foi fundamental para renovação do patrocínio com maioria dos parceiros da última Superliga e despertou a atenção de outras empresas.

Nesta semana, a CBV anunciou a composição da comissão de advogados que vai analisar os documentos do fair play financeiro enviado pelos clubes. Luis Felipe Vasconcelos de Melo Cavalcanti foi o indicado pelo Comitê Brasileiro de Clubes (CBV). Gustavo Henrique Teodoro dos Santos foi o membro indicado pela Comissão Nacional de Atletas, com Alexandre Beck Monguilhott sendo o indicado pela CBV.

De acordo com a entidade, o trio fará a “análise de toda a documentação da última Superliga, emitindo um parecer para a Unidade de Competições de Quadra da CBV atestando o cumprimento ou não das obrigações assumidas pelos clubes”. O prazo para envio da documentação pelos clubes terminará em uma semana.

Neste momento, o EMS/Taubaté é o time com maiores problemas para resolver na documentação do fair play. Em dívida com vários atletas, o atual campeão da Superliga negocia a dívida com os atletas para buscar as assinaturas para envio da documentação. Na temporada passada, o projeto foi o último a entregar o fair play.

 

Veja também

Praia: Bárbara/Carol e Rebecca/Talita na final feminina neste domingo

Não faltaram emoção e grandes jogadas no quinto dia do torneio feminino da primeira etapa …