DJ Blando
Home Destaques DJ Blando, filho de Renan, homenageia pai com música
Destaques - Fora de Quadra - Tóquio-2020 - 22 de julho de 2021

DJ Blando, filho de Renan, homenageia pai com música

Sweet Caroline”, de Neil Diamond, ganhou uma releitura para homenagear o treinador

Após enfrentar um difícil período ao ver o pai Renan, técnico da Seleção Brasileira masculina de vôlei, internado no hospital por Covid-19, Enzo Dal Zotto, conhecido como DJ e produtor Blando, resolveu fazer uma homenagem. Ele produziu uma versão eletrônica da música que Renan mais ama: “Sweet Caroline”, de Neil Diamond, com objetivo de homenageá-lo (ouça no link).

– Essa sempre foi a música do meu pai. Em todos os churrascos, festas, eventos da Seleção e comemorações, ele a colocava para tocar. Em 16 de abril ele foi internado por causa do Covid-19 e em três dias foi intubado. Enquanto estava nessa situação, minha mãe colocava áudios da família e ‘Sweet Caroline’ para tocar toda vez que ia visitá-lo. Mesmo em coma, ele reconheceu a música e a chorou ao ouvi-la. A faixa estava auxiliando sua recuperação. Então, como uma homenagem a ele, durante esse período, resolvi fazer uma versão atual da música e colocar minha sonoridade. Foi um momento muito difícil para mim e com isso botei todas as minhas energias, frustrações e emoções na produção da música. Espero que os fãs gostem também assim como eu e meu pai – conta o DJ e produtor.

Renan revelou recentemente que ele e sua esposa Annalisa adoram dançar “Sweet Caroline” e que a faixa tem o acompanhado em momentos agradáveis, inclusive em comemorações com a comissão técnica.

– Quando saí do hospital, após muitos dias internado, e escutei pela primeira vez a versão eletrônica feita pelo Enzo, me emocionei muito. Ele é muito talentoso, sei que se entregou ao máximo, e senti isso, esse ‘algo a mais’. Fiquei emocionado, principalmente por todo sentido que a música tem, ficou sensacional – declara.

Nesta sexta-feira, com a estreia da Seleção masculina nos Jogos Olímpicos de Tóquio, a faixa também é lançada pela House Mag Records, nova sub-label da Warner Music Brasil, disponível em todas as plataformas digitais. Como releitura de um clássico de 69, a track apresenta um bass forte e synths marcantes. Além disso, “Sweet Caroline Rework” é composta por samples de bateria e diversas gravações de áudio.

Blando começou cedo sua carreira na música eletrônica, aos 11 anos, quando se tornou residente do Taikô Beach Club, em Jurerê Internacional, chamando atenção não só pela pouca idade, mas também pela habilidade na CDJ e repertório. O artista foi convidado para ser residente também do Pacha, Stage Music Park e Café de La Musique. Com 14 anos, inspirado por Avicii e David Guetta, sendo autodidata, ele foi aprendendo sozinho a produzir e começou a lançar as suas primeiras tracks, dando forma ao projeto Blando que, hoje, aos 23, ganhou uma nova sonoridade, um estilo mais leve e progressivo. Ele soma hoje mais de 1 milhão de plays em sua track “Que Se Dane”, apenas no Spotify, além de mais de 1 milhão também em seu remix de “Só Você”.

 

Veja também

Praia: Bárbara/Carol e Rebecca/Talita na final feminina neste domingo

Não faltaram emoção e grandes jogadas no quinto dia do torneio feminino da primeira etapa …