Egonu
Home Destaques Egonu e Zhu aumentam lista de porta-bandeiras do vôlei
Destaques - Tóquio-2020 - 20 de julho de 2021

Egonu e Zhu aumentam lista de porta-bandeiras do vôlei

Duas das principais estrelas do vôlei da atualidade estarão presentes na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta sexta-feira, como porta-bandeiras: a italiana Paola Egonu e chinesa Ting Zhu.

Egonu carregará a bandeira olímpica, representando todos os atletas do mundo no evento. Zhu, por sua vez, representará a China.

– Estou muito honrada pela indicação que recebi para carregar a bandeira olímpica. Fiquei empolgada assim que o Malagò (Giovanni, presidente do Comitê Olímpico Italiano) me disse, porque me vejo representando atletas de todo o mundo, uma grande responsabilidade. Irei expressar e desfilar por todos os atletas deste planeta – disse Egonu.

Com a dupla de peso, a modalidade passa a ter oito nomes confirmados no evento. Os demais são o levantador brasileiro Bruninho, o oposto Maksim Mikhaylov (Rússia), as ponteiras Kim Yeon Koung (Coreia do Sul), Mercy Moim (Quênia) e Prisilla Rivera (República Dominicana), além do levantador Mehdi Ben Cheikh (Tunísia).

Em Tóquio, pela primeira vez, cada país contará com dois porta-bandeiras na Cerimônia de Abertura: um homem e uma mulher.

Na Rio-2016, entre os 206 países, apenas um país escolheu um atleta do vôlei para carregar a bandeira na cerimônia inaugural: a Rússia, com o ex-ponteiro Sergei Tetyukhin. Ele jogou seis edições olímpicas e conquistou quatro medalhas: ouro em Londres-2012, prata em Sydney-2000 e bronze em Atenas-2004 e Pequim-2008.

 

Veja também

Eda Erdem, em quarentena, impedida de ser porta-bandeira

A Federação Turca de Vôlei divulgou, em nota oficial, nesta quarta-feira, revelando que a …