Sbertoli Gianelli
Home Destaques Lesão de Gianelli e saque pesam: Polônia 3 x 0 Itália
Destaques - Tóquio-2020 - 26 de julho de 2021

Lesão de Gianelli e saque pesam: Polônia 3 x 0 Itália

Azzurra não teve o seu levantador titular, lesionado, diante dos poloneses

O clássico europeu entre Polônia e Itália foi bem menos equilibrado do era esperado nesta segunda-feira, pela segunda rodada do torneio masculino de vôlei nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Sem o levantador Gianelli, a Azzurra só conseguiu equilibrar uma das parciais, perdendo por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 26-24 e 25-20.

Gianelli sentiu dores no quadríceps na virada sobre o Canadá por 3 sets a 2, na estreia. Foi poupado e não teve o retorno confirmado para as próximas rodadas pela Federação Italiana. Sem o titular, Sbertoli foi utilizado.

Ficou claro durante o jogo a falta que Gianelli faz. Principalmente no entrosamento com os jogadores das extremidades. Zaytsev, mais uma vez, Juantorena e Michieletto não chegaram aos dois dígitos de pontuação, com sete, nove e nove pontos, respectivamente. Pouco para incomodar a Polônia.

A destacar o bom aproveitamento dos centrais. Galassi recebeu seis bolas e pontuou em todas. Anzani, por sua vez, fez seis em oito.

– A ausência de Simone (Gianelli) pode ter nos desestabilizado por um momento, mas somos doze jogadores, cada um tentando dar sua própria contribuição e Ricky (Sbertoli) fez um bom jogo. Ninguém é um substituto, somos todos o décimo segundo de uma equipe inteira. O que não funcionou é que não soubemos aproveitar as poucas oportunidades que uma grande equipe como a Polónia nos deu. Precisamos cuidar melhor dos detalhes, especialmente contra formações deste nível – analisou Zaytsev.

Para os poloneses, o resultado marcou a reabilitação após a estreia com derrota diante do Irã. A construção do resultado passou pela eficiência do saque, com oito aces bem distribuídos: três de Leon, dois de Kurek, dois de Bieniek e um de Sliwka.

Por falar em Sliwka, ele foi titular mais uma vez e terminou com nove pontos. Kubiak, que não jogou a estreia, fez apenas uma passagem pelo terceiro set. Leon foi o maior pontuador com 18, com bom aproveitamento no ataque: 14 em 26. O oposto Kurek veio logo a seguir, com 14.

Na próxima rodada, a Polônia não deverá ter trabalho com a Venezuela, na quarta-feira, às 4h25 (de Brasília), enquanto a Itália pegará o Japão, às 7h40.

A liderança do Grupo A é do Irã, após o triunfo tranquilo sobre os venezuelanos por 3 a 0: 25-17, 25-20 e 25-18, com 16 pontos do oposto Ghafour.

Veja também

Itália conquista o Europeu, com brilho de Michieletto

A Europa tem um novo dono no vôlei masculino. A Itália conquistou, neste domingo, o sétimo…