Polônia
Home Destaques Polônia poupa Leon e perde um set para a Venezuela
Destaques - Tóquio-2020 - 28 de julho de 2021

Polônia poupa Leon e perde um set para a Venezuela

Semeniuk foi o principal destaque polonês na partida desta quarta-feira

O técnico Vital Heynen resolveu poupar Wilfredo Leon, o principal craque da Polônia, da partida contra a Venezuela, pela terceira rodada dos Jogos Olímpicos de Tóquio, nesta quarta-feira. O time venceu, é verdade, mas deixou um set pelo caminho contra o rival mais fraco do Grupo A, parciais de 25-16, 25-13, 18-25 e 25-15.

Foi a primeira parcial vencida pelos venezuelanos na competição. E típico daquela tese da “síndrome do terceiro set”. Com o jogo totalmente controlado até ali, os poloneses perderam completamente a concentração e passaram a errar bem mais do que o normal. A Venezuela percebeu a brecha e, com méritos, ganhou sua medalha em Tóquio.

Além de poupar Leon, Heynen também não colocou em quadra o Sliwka e o central Nowakowski. Kurek também não atuou nos dois primeiros sets, entrou no terceiro, numa tentativa de reação, e foi titular no quarto. O principal nome polonês foi o ponta Semeniuk, autor de 24 pontos, sendo seis deles no saque. Titular pela primeira vez em Tóquio, o capitão Kubiak foi pouco acionado pelo levantador Drzyzga, recebendo apenas 11 bolas, colocando oito delas no chão.

Do lado venezuelano, dois jogadores chegaram aos dois dígitos de pontuação: Fayola e Rivas, com 13 e 11 pontos, respectivamente.

Japão e Canadá serão os últimos adversários da Polônia na fase de classificação da Olimpíada. Já a Venezuela ainda enfrentará Itália e Canadá.

Veja também

Brasil pelo mundo: destaques do fim de semana (24 a 26/9)