Rebecca
Home Destaques Ana Patrícia e Rebecca são eliminadas nas quartas
Destaques - Praia - 2 de agosto de 2021

Ana Patrícia e Rebecca são eliminadas nas quartas

Ana Patrícia e Rebecca foram derrotadas por time suíço e Brasil só tem mais uma dupla viva na praia em Tóquio

O Brasil não tem mais representantes no torneio de vôlei de praia feminino em Tóquio. Na noite desta segunda-feira, Ana Patrícia e Rebecca foram derrotadas pelas suíças Anouk Verge-Depre e JoanaHeidrich por 2 sets a 1 – parciais de 21-19, 18-21, 15-12   – no Shiokaze Park, e deram adeus à competição nas quartas de final.

Ana Patrícia e Rebecca marcaram 33 pontos de ataque, 4 de bloqueio, 1 de saque e cederam 11 erros. As suíças fizeram 33 pontos de ataque, 5 de bloqueio, 4 de saque e erraram 14 vezes.

O Brasil tem agora apenas uma dupla viva nos Jogos do Japão, Alison e Álvaro Filho, que enfrentam Plavins e Tocs, da Letônia, time que eliminou Bruno Schmidt e Evandro nas oitavas, nesta terça-feira, às 22h, por vaga nas semifinais do torneio. Ágatha e Duda se despediram de Tóquio ontem, também nas oitavas de final, na derrota para as alemãs Laura Ludwig e Margareta Kozuch.

Por vaga na final, Verge-Depre e Heidrich enfrentarão a dupla norte-americana April Ross e Alix Klineman, que eliminaram, hoje, Ludwig/Kozuch por 2 a 0 (21-19, 21-19).

Em entrevista ao SporTV, depois da partida, Ana Patrícia revelou que passou mal na véspera:

– Ontem, estávamos andando, indo para a academia, e eu senti a perna bamba, tontura, caí nos braços da Rebecca. Acho que foi uma queda de glicemia, não sei, quando medimos ela já estava normal, mas a pressão estava muito alta. Hoje ainda joguei com tontura, mas não quero que isso sirva de desculpa para a derrota – disse Ana Patrícia, que chegou a chorar durante o depoimento.

Rebecca revelou os planos para os Jogos de Paris-2024.

– Eu estou muito feliz pela nossa participação aqui. As pessoas não sabem como é feita caminhada, acham que é a CBV que escolhe as duplas, não é, a gente conquistou. Passamos por muitos problemas que pouca gente sabe. Até nos afastamos do Instagram, ninguém sabe dos bastidores. Agora é descansar e pensar no futuro. Temos chance de ir para outra olimpíada.

Depois de um início de primeiro set bom, forçando o saque, a dupla brasileira teve os ataques amortecidos e defendidos pelas suíças, que fecharam o set em 21 a 19. Ana Patrícia e Rebecca voltaram mais agressivas na segunda parcial, com Ana Patrícia bem no bloqueio e Rebecca virando os ataques com eficiência. As suíças reagiram na segunda metade do set, defendendo os ataques e chegaram a encostar  em 20 a 18, mas o set foi verde-amarelo por 21 a 18.

No tie-break, o Brasil abusou dos erros dos contra-ataques. A dupla suíça, que passou o jogo inteiro sacando na Rebecca, começou a sacar na Ana Patrícia. Testou e deu certo. Contou com dois erros consecutivos da mineira e manteve o jogo equilibrado até o 10 a 9. Na reta final do tie-break, a dupla brasileira cometeu três erros, inclusive o erro de saque que deu o 15º ponto para as europeias.

Veja também

México elimina as americanas na Copa Pan-Americana

Surpresa na primeira semifinal da Copa Pan-Americana feminina de vôlei, neste sábado, em S…