Bernardinho
Home Internacional Bernardinho faz 62 anos e vence em estreia pela França
Internacional - 25 de agosto de 2021

Bernardinho faz 62 anos e vence em estreia pela França

Técnico estreou como comandante da seleção francesa em amistoso com a Ucrânia

Bernardinho completou 62 anos nesta quarta-feira. E comemorou em quadra, na estreia como treinador da seleção masculina da França. No primeiro jogo após a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio, os franceses superaram a Ucrânia por 3 sets a 1, parciais de 25-23, 20-25, 25-19 e 25-22, em Belfort.

O técnico optou por escalar caras novas, sem os campeões olímpicos, com Kellian Motta Paes, Théo Faure, Moussé Gueye, Gildas Prévert, François Rebeyrol, Luka Basic e Benjamin Diez. Durante o jogo, Toniutti e Clevenot, medalhistas em Tóquio, foram utilizados.

Na sexta-feira, as duas seleções voltarão a se enfrentar. O treinador brasileiro iniciou os treinamentos com a França na segunda-feira, reunindo dez dos 12 campeões olímpicos e algumas caras novas, para iniciar a preparação para o Campeonato Europeu, em setembro. Como publicado pelo Web Vôlei, Bernardinho havia convocado os 12 atletas de Tóquio, mas o oposto Stéphen Boyer e o ponta Kevin Tillie pediram dispensa.

Além de Bernardinho, a comissão técnica da França conta com Rubinho, um fiel escudeiro do treinador, e com Maurício Paes, um franco-brasileiro com muito conhecimento do vôlei local, ambos como assistentes. O levantador Toniutti chegou a comentar sobre as primeiras impressões do novo treinador.

– Trabalhamos muito bem. Sentimos que ele (Bernardinho) tem pela paixão pelo vôlei e passa para os jogadores. Ele adora esse esporte, gosta de trabalho bem feito. Na comunicação, são muitos gestos, o francês ainda não é perfeito, mas ele está tentando e vai muito bom – comentou.

No Europeu, a França está no Grupo D e enfrentará Alemanha, Letônia, Eslováquia, Estônia e Croácia. Já os ucranianos, no Grupo A, duelarão com Bélgica, Grécia, Portugal, Polônia e Sérvia.

 

 

Veja também

Brait vira embaixadora do Osasco. Patrocinador renova

Camila Brait trocou a joelheira e os tênis por um jaleco. A líbero se vestiu de médica, ma…