Roberta
Home Destaques Roberta visita instituto onde deu primeiros toques no vôlei
Destaques - Seleção Brasileira - Tóquio-2020 - 19 de agosto de 2021

Roberta visita instituto onde deu primeiros toques no vôlei

Levantadora levou a medalha conquistada em Tóquio para mostrar às crianças

Em 1998, quando deu seus primeiros toques numa bola de vôlei, Roberta nunca imaginaria que seria uma inspiração para meninos e meninas de Curitiba, sua cidade natal. Passando suas férias ao lado da família na capital paranaense, a levantadora vice-campeã olímpica em Tóquio fez uma surpresa para alunos do núcleo central do Instituto Compartilhar, projeto que a apresentou à modalidade, nesta quarta-feira (relembre aqui o início dela no vôlei).

Emocionada com a calorosa recepção de alunos, professores e gestores do projeto, a levantadora destacou a importância do esporte para a formação de novos talentos, mas principalmente de cidadãos através dos valores aprendidos desde cedo nas aulas.

– É muito emocionante receber esse carinho das pessoas. Principalmente de crianças que estão hoje onde eu já estive um dia. Me lembro dos meus treinos, das aulas no Tarumã, de toda a trajetória até chegar aqui e sou muito grata a todos que ajudaram e compartilharam seus conhecimentos comigo. O esporte tem muito a acrescentar na vida das pessoas. Eu me tornei atleta, cheguei até a seleção brasileira e consegui uma medalha olímpica, mas os outros milhares de alunos saíram melhores daqui mesmo sem terem se tornado atletas. Precisamos olhar mais para o esporte, não só para o alto rendimento, não só de quatro em quatro anos – afirmou Roberta, que levou para a visita a medalha olímpica e também a primeira medalha que ganhou na escolinha.

Responsável pela criação do projeto em 1997, o técnico Bernardinho, que comandou Roberta, já como profissional, por quase 10 anos, enalteceu o trabalho realizado até hoje pelo Instituto Compartilhar. E fez questão de parabenizar a eterna ex-aluna pela grande conquista.

– Nós queríamos prover um esporte de qualidade, seus valores, para as crianças. E ela dali se transforma numa vice-campeã olímpica! Foi um longo percurso, de muito esforço e muita dedicação. E sinto muito orgulho de ver toda essa caminhada, essa trajetória dela. E de poder ter participado de alguma maneira. Parabéns, Roberta, por essa medalha incrível. E que você continue brilhando e inspirando todas as crianças do compartilhar e de todo o Brasil – disse o Bernardinho.

O Instituto Compartilhar foi fundado em 2003 pelo técnico Bernardinho, a partir de um trabalho já feito por ele e sua equipe desde 1997 no Centro Rexona de Excelência ao Voleibol, em Curitiba. Atualmente, o programa socioesportivo é composto por 44 núcleos, localizados em 23 cidades e espalhados por cinco estados brasileiros (Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e São Paulo).

 

Veja também

Sesc RJ Flamengo deslancha e passa por Valinhos

Depois de um início de jogo irregular, o Sesc RJ Flamengo mostrou sua força e superou o Co…