Nawrocki
Home Destaques Nawrocki pede demissão da seleção feminina da Polônia
Destaques - Internacional - Vaivém - 15 de setembro de 2021

Nawrocki pede demissão da seleção feminina da Polônia

Técnico viveu uma passagem turbulenta pela seleção polonesa

A Polônia procura um novo treinador para a seleção feminina. A Federação local confirmou, nesta quarta-feira, ter aceitado o pedido de demissão Jacek Nawrocki, com uma “rescisão de contrato por consentimento mútuo”.

Nawrocki era o técnico da equipe feminina polonesa desde 2 de abril de 2015. Sob seu comando, a Polônia ficou com a medalha de prata nos Jogos Europeus de Baku em 2015, além de um quarto lugar no Campeonato Europeu de 2019 e em quinto na Liga das Nações. O time não se classificou para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

“A Federação Polonesa de Vôlei gostaria de agradecer a Jacek Nawrocki por seu trabalho com a equipe feminina e desejar boa sorte para enfrentar seus próximos desafios esportivos”, disse a entidade em nota oficial.

Durante a passagem de Nawrocki, várias polêmicas aconteceram. Em 2019, várias jogadoras da seleção assinaram uma carta pedindo a demissão do técnico, entre elas, a levantadora Wolosz, a oposto Smarzek e a central Kakolewska. Na ocasião, a Federação Polonesa se posicionou e disse não ter motivos para mudar o comando. Após o vazamento da carta, a entidade anunciou que Nawrocki permaneceria como técnico até o Mundial de 2022, que terá a Polônia como uma das sedes.

Wolosz, capitã do Conegliano e líder desta geração polonesa, passou a pedir dispensa das principais competições, como Liga das Nações e Campeonato Europeu.

Na sequência, vieram à tona vários pontos de insatisfação das atletas, como falta de diálogo com Nawrocki, assédio moral, pouco caso com problemas físicos, falta de profissionalismo e a tentativa de criar uma relação ruim do grupo com Stysiak, uma das estrelas da nova geração do país.

Veja também

Osasco vence Barueri e segue líder invicto

O Osasco São Caetano Saúde segue invicto do Campeonato Paulista Feminina de Vôlei 2021. O …