Tandara
Home Seleção Brasileira Tandara: “Quando estou sozinha me pego chorando”
Seleção Brasileira - Tóquio-2020 - 21 de setembro de 2021

Tandara: “Quando estou sozinha me pego chorando”

Em entrevista à revista Vogue Brasil, Tandara fala sobre a acusação de doping e reforça que contaminação foi acidental

Em entrevista à Revista Vogue Brasil, publicada nesta terça-feira, a oposta Tandara contou como recebeu a notícia, ainda na Vila Olímpica, na véspera da partida entre Brasil e Coréia do Sul pela semifinal dos Jogos de Tóquio-2020, de que havia testado positivo para a substância Ostarina – da classe dos anabolizantes.

Ela foi suspensa imediatamente e deixou o Japão em direção ao Brasil poucas horas depois, sem poder se despedir das companheiras, que tinham um jogo decisivo no dia seguinte. A comissão técnica acho melhor Tandara não ter contato com o restante do grupo para não desestabilizar emocionalmente as companheiras.

– Meu mundo caiu. Me senti completamente sem chão. É surreal. Não consigo descrever a sensação, mas o sentimento é muito ruim e, de verdade, não gostaria de passar por isso novamente. Não desejo a ninguém – disse Tandara à publicação.

Segundo a defesa de Tandara, a contaminação foi acidental e uma contraprova deve sair em breve.

– Eu não ingeri nada. Tenho minha consciência tranquila que em nenhum momento eu me prejudicaria. São 18 anos como atleta profissional. Então, acredito que a justiça vai ser feita de alguma maneira e que vai realmente provar que sou completamente inocente nisso – garante a atacante.

– Não arriscaria minha carreira por uma imbecilidade dessas. Não seria burra para fazer isso. Acredito que a justiça vai ser feita – completou.

Tandara conta que, pela manhã, depois que recebeu a notícia, foi levada para uma sala em outro andar do prédio em que a seleção estava hospedada na Vila Olímpica. Aos prantos, ela disse que recebeu o respaldo do técnico José Roberto Guimarães.

– Ele foi a primeira pessoa que disse que confiava em mim. Se eu estava falando que não faria nada para me prejudicar, ele acreditou e ficou do meu lado – conta.

Tandara lamenta não ter tido a chance de registrar os momentos que achava que teria.

– Sabe quando te arrancam um pedaço? Foi o que senti naquele momento. E então me falaram que eu teria duas horas e meia para arrumar minhas coisas e vir para o Brasil, porque eu tinha um prazo para juntar a minha defesa. Foi complicado porque parecia que eu era uma criminosa. Totalmente afastada. Uma hora eu estava com o grupo, meia hora depois tinha sido arrancada daquele espaço. Não podia mais ver ninguém, fazer nada. Me sinto frustrada por causa dos planos – contou.

– Não consigo olhar o rolo de câmera porque minhas últimas fotos não eram planejadas. A forma que aconteceu a minha saúda me preservou por um lado, mas me agrediu por outro porque me senti como uma criminosa. É muito estranho. Queria ter voltado e sido reconhecida pelo meu trabalho, não por esse fato. Me entristece bastante. Ao mesmo tempo tem uma torcida muito grande. Nem sabia que teria. Vai passar e não tenho dúvida de que será resolvido – disse.

Tandara disse que recebe mensagens de amigas e companheiras de time como Camila Brait e Adenízia.

– Elas são fundamentais para mim porque se preocupam comigo nesse dia a dia. Perguntando como está a minha rotina, a da Maria Clara. É uma força que está sendo muito importante para mim.

O processo segue em segredo de Justiça e Tandara admite sofrer com ansiedade quando pensa no assunto:

– Ontem mesmo foi um pico porque fiquei nervosa porque ia falar sobre isso. Chorei desenfreadamente. Ainda tenho meus picos quando estou sozinha e me pego chorando. É um momento muito delicado e difícil também. A cabeça fica a mil. Sou muito forte, mas no momento não. Essa ansiedade gera frio na barriga e vira esses lapsos de desespero. Me senti envergonhada por algo que nem fiz. Confio na justiça e que tudo vai ser resolvido da melhor forma – diz.

– Eu me emociono porque foi um dos momentos mais difíceis para mim. Trabalhei cinco anos para estar lá. Então ver a final do jeito que foi… Sabíamos da grandeza dos Estados Unidos…e eu falo como se estivesse lá, porque fiz parte. Lá só tinham 11 atletas e 11 medalhas. Doeu muito, mas acredito que tudo acontece com o permitir de Deus. Tem um propósito nisso. Fica um pouco de tristeza, mas fico feliz pela campanha que fizemos. Chegamos desacreditadas e estávamos no pódio. Essa é a maior recompensa.

Tandara conto que tem recebido apoio dos fãs.

– Acredito que há males que vêm para o bem. Mesmo com um furacão passando, sinto que já já ele sai da minha vida. Venho recebendo inúmeras mensagens de muito carinho, de pessoas que nem me conhecem e sequer ouviram meu nome. Muita mensagem positiva. Descobri que sou bem quista e que a maioria das pessoas gosta de mim e torce para o meu sucesso. O meu coração transborda de gratidão por esse carinho todo.

Veja também

Vôlei Renata supera a Apan vai à semi da Copa Brasil

O Vôlei Renata vai enfrentar o Sada Cruzeiro na semifinal da Copa Brasil Masculina 2022. O…