Vôlei Renata
Home Estaduais Vôlei Renata, com Lucão à disposição, recebe o Sesi
Estaduais - 16 de setembro de 2021

Vôlei Renata, com Lucão à disposição, recebe o Sesi

O Vôlei Renata entra em quadra nesta sexta-feira em busca da terceira vitória seguida no Campeonato Paulista masculino. Vice-líderes do estadual, os comandados do técnico Marcos Pacheco enfrentam o Sesi-SP, às 17h, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, pela quinta rodada do torneio. O duelo terá transmissão do SporTV 2 (veja as demais partidas com exibição prevista na semana).

Para o jogo desta sexta, o técnico Marcos Pacheco poderá contar com o campeão olímpico Lucão, apresentado há mais de dez dias depois de ter terminado a temporada de seleções, e com o ponteiro Lima, formado na base campineira que estava treinando com o time sub-21 do Brasil.

– Tivemos uma semana de treino muito boa. Cada vez mais, a tendência é a equipe evoluir e melhorar. Temos a felicidade de contar com o Lucão e com o Lima, que também é um grande valor para nosso elenco, pela primeira vez. Tivemos trocas significativas de uma temporada para outra, com mudanças de características . Então, alguns detalhes ainda precisam ser organizados dentro de quadra. Isso está acontecendo. Quanto mais treinarmos, mais jogarmos, mais vamos evoluir – comentou o treinador.

Os campineiros estão embalados depois de vencerem Vôlei Futuro e Iacanga RH Fitness, por 3 a 1 e 3 a 0, respectivamente, nas duas últimas rodadas. Os resultados em sequência levaram o Vôlei Renata aos dez pontos na classificação, em segundo lugar, com três vitórias em quatro jogos.

– Sexta-feira iniciamos uma série de confrontos contra equipes que, assim como nós, também vão jogar a Superliga. São jogos duros, difíceis, contra times que a gente conhece mais jogadores, equipes que já tem uma estrutura tática montada há tempos. Certamente, é uma outra etapa do torneio, contra adversários que disputam os mesmos objetivos que a gente no Paulista – comenta Marcos Pacheco.

– O Sesi-SP é uma equipe forte, com grandes jogadores, como o Éder, o Guiga, o Murilo, o Brasília, que fez uma ótima Superliga ano passado, entre outros. É um time experiente, mas que também faz essa mescla com jovens, como nossa equipe, então a expectativa é por um jogo equilibrado. Sabemos que temos que dar nosso melhor do começo ao fim, lutar por cada bola, para buscar esse resultado – acrescenta.

Veja também

Onde ver os jogos de vôlei da semana

Com o início da Superliga feminina 2021/2022 nesta semana, o vôleifã passa a ter todas as …