Luizomar
Home Estaduais Luizomar: “Do nosso lado, a palavra de ordem é respeito”
Estaduais - 14 de outubro de 2021

Luizomar: “Do nosso lado, a palavra de ordem é respeito”

O Osasco/São Cristóvão Saúde recebe o Barueri, na primeira partida da final do Campeonato Paulista feminino 2021 nesta sexta-feira, a partir das 21h30, no ginásio José Liberatti. De um lado, um time tradicional, acostumado a ser empurrado pela sua torcida e com vantagem de quadra neste playoff. De outro, um rival repleto de jovens, embalado após eliminar o favorito Sesi Bauru na sua série semifinal. A série decisiva será em melhor de três partidas, todas com transmissão do SporTV 2 (veja as transmissões da semana).

Mesmo com toda a tradição e tendo feito melhor campanha, o Osasco não fala em favoritismo.

– Barueri tem uma equipe jovem e com atletas de muito talento. Demonstraram sua força na semifinal e, do nosso lado, a palavra de ordem é respeito, seriedade e muito trabalho para colocar em quadra o nosso melhor física, técnica e taticamente para lutar pela vitória e por mais um título paulista – comentou Luizomar de Moura.

O técnico ressalta a importância de chegar a mais uma final em um momento de construção de um novo grupo de atletas.

– Temos um grupo praticamente todo novo em relação a temporada passada (somente Camila Brait, Paracatu e Karine ficaram) e atletas voltando a jogar somente a partir da semifinal do Paulista, como os casos da Fabiana (após o nascimento do primeiro filho) e da Adams (fora um longo período por lesão). Por tudo isso, só de chegar à final é uma vitória. Mas, claro, queremos vencer e vamos lutar até o fim por essa conquista – afirma Luizomar.

Pela segunda partida consecutiva, Osasco poderá contar com a força de sua torcida. Com a liberação do governo do estado, o José Liberatti vai receber público na ordem de 30% da capacidade do ginásio, que é de 4 mil pessoas. Os ingressos esgotaram em menos de uma hora e, para ter acesso ao ginásio, será necessário a apresentação do ingresso, documento original com foto, carteira com esquema de vacina completo (duas doses da vacina Coronavac, Astrazeneca e Pfizer ou dose única da Janssen) ou com uma dose, mais o exame PCR Negativo com até 48h ou teste antígeno até 24h antes do evento. Crianças até 12 anos estão isentas de comprovação de vacina. O clube também pede a todos os torcedores que colaborem com a doação de 2 quilos de alimentos para campanhas sociais.

– Contar com a nossa torcida no ginásio faz toda a diferença. O astral é outro e eles não imaginam o quanto fizeram falta. Com certeza vamos tirar uma força extra dessa energia durante toda a temporada, especialmente nesse primeiro jogo da final, quando esperamos sair na frente na luta pelo título – afirma Camila Brait.

O segundo jogo da série está marcado para a próxima terça-feira, em Barueri. Em caso de empate na série, a terceira e decisiva partida será na sexta-feira, no José Liberatti.

Na fase de classificação, Osasco e Barueri fizeram um jogo duro no ginásio José Correa. As donas da casa venceram o primeiro set, mas as comandadas de Luizomar conseguiram virar o placar e vencer por 3 a 1. Esta será a 22ª final estadual para a equipa osasquense, a 11ª consecutiva, que luta pelo 16º título estadual de sua história.

Veja também

Mundial de Clubes: venda física de ingressos em Betim

Faltam apenas sete dias para começar o Campeonato Mundial de clubes masculino. Anfitrião d…