Medalhistas
Home Praia Medalhistas de Atlanta-96 recebem homenagem na Urca
Praia - 24 de outubro de 2021

Medalhistas de Atlanta-96 recebem homenagem na Urca

Evento aconteceu entre as finais da terceira etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia

Os 25 anos da histórica dobradinha brasileira no pódio do vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996 foram lembrados neste domingo pela CBV. No intervalo entre as finais da terceira etapa do Circuito Brasileiro, as medalhistas Jackie Silva e Sandra Pires, que ganharam o ouro, e Adriana Samuel e Mônica Rodrigues, que ficaram com a prata, receberam homenagens, assim como seus técnicos na época, Wantuil Coelho e Marco Freitas.

Os troféus e placas comemorativos foram entregues pela CEO da CBV, Adriana Behar, prata nos Jogos de Sydney-2000 e de Atenas-2004; e por Guilherme Marques, gerente de vôlei de praia da CBV e campeão mundial em 1997.

Confira o que eles disseram:

ADRIANA BEHAR: “Jackie, Sandra, Adriana e Mônica entraram para a história não apenas pelas medalhas conquistadas, mas como as primeiras mulheres brasileiras a subir no pódio olímpico. Elas foram pioneiras, brilharam e inspiraram. E merecem nosso aplauso hoje e todos os dias. São sinônimos do melhor do esporte brasileiro, da força das mulheres do nosso país”.

WANTUIL COELHO: “Estou muito feliz e agradeço a CBV por este momento tão alegre. Acredito que sirva como incentivo para o esporte e inspire mais atletas”.

ADRIANA SAMUEL: “Esta foi uma homenagem super especial. A gente não vai se cansar nunca de celebrar esta conquista. Foi um marco no vôlei de praia e no esporte brasileiro. E foi ainda mais especial por ser no momento quando temos a Adriana Behar como CEO da CBV. É uma ex-atleta que viveu tudo isso de perto, e entende a importância de reverenciar conquistas deste tipo”.

MÔNICA RODRIGUES: “Eu agradeço muito à CBV por celebrar esta conquista. Tenho muito orgulho de ter feito parte disso, de ter ajudado a plantar esta ‘sementinha’. Fico orgulhosa e emocionada sempre que relembramos aqueles momentos, é muito bom quando a gente se reúne. Eu sempre amei e amo até hoje este esporte. E queremos passar nossa experiência para as gerações que estão vindo”.

JACKIE SILVA: “É sempre bom estar entre os amigos. Este ambiente é super familiar para a gente. É um resgate da memória, uma forma de a CBV incentivar e valorizar os atletas.”

SANDRA PIRES: “A gente sempre se diverte quando se encontra, então hoje não poderia ser diferente. Parece inacreditável que já se passaram 25 anos daquele dia. Juntar nossa geração com os novos talentos é um grande incentivo. Esta medalha nos faz representantes do grupo enorme que construiu o início desse caminho”.

 

Veja também

Curitiba vence clássico paranaense e deixa a lanterna

O Curitiba derrotou o Unilife Maringá por 3 sets a 1 – parciais de 25-23, 25-20, 23-…