Superliga
Home Estaduais Sada Cruzeiro bate o Minas e é duodecacampeão mineiro
Estaduais - 8 de outubro de 2021

Sada Cruzeiro bate o Minas e é duodecacampeão mineiro

O Sada Cruzeiro conquistou o Campeonato Mineiro pela 12ª vez consecutiva

A hegemonia continua em Minas Gerais. O Sada Cruzeiro conquistou o 13º título de Campeonato Mineiro de Vôlei da sua história –  o 12º de forma consecutiva -, de forma invicta, com a vitória sobre o Fiat/Gerdau/Minas por 3 sets a 1 – parciais de 25-22, 27-25, 24-26, 25-21 -, na noite desta sexta-feira (08.10), no Ginásio do Riacho, em Contagem (MG). Na disputa do terceiro lugar, na abertura da rodada, o Montes Claros América derrotou o Brasília por 3 a 0.

Foi o primeiro título do técnico do Sada Cruzeiro Filipe Ferraz, que assumiu o cargo nesta temporada, no lugar do argentino Marcelo Mendez, depois de 12 anos como jogador do clube. Ele tem todos os 11 títulos anteriores com a camisa celeste, como jogador, e agora começa uma nova história, em um novo cargo. O Minas segue na fila. A última vez que o time da Rua da Bahia conquistou o Estadual foi em 2007.

O próximo compromisso do Sada Cruzeiro na temporada é a Supercopa, contra o Funvic/Natal, que será realizada no dia 26 de outubro, às 21h30, no Ginásio Júlio Domingos de Campos, em Várzea Grande (MT), torneio que abre oficialmente a temporada nacional de clubes.

O Minas sentiu falta do ponteiro Honorato para equilibrar o passe e do oposto cubano Sanchez para substituir  Leandro Vissotto nos momentos de instabilidade que desfalcaram o grupo depois de testarem positivo para o covid-19. Além deles, o central Juninho também contraiu o coronavírus.

Veja os melhores momentos da final

O técnico Nery Tambeiro escalou o ponteiro Marcus no lugar de Honorato e o jogador foi caçado no saque. O Sada Cruzeiro começou arrasador, fazendo 4 a 1 no primeiro set e depois 9 a 3, com um saque agressivo, dificultando a virada de bola rival. O Minas, ao contrário não agredia no saque. Foi um jogo de muitos erros dos dois lados, típico de início de temporada.

Os dois sets seguintes terminaram com a diferença mínima, um para cada lado, e decidida nos erros. Faltou para o Minas mais eficiência nas bolas de segurança, enquanto do outro lado Wallace e Rodriguinho seguraram melhor a virada de bola. O Minas chegou a estar vencendo o quarto set por 16 a 14, mas voltou a errar na recepção, facilitando a marcação do Sada Cruzeiro.

O campeão olímpico Wallace conquistou o seu oitavo título mineiro. Foram sete na sua primeira passagem pelo clube celeste.

– Importantíssimo esse título não só para mim, mas para o Filipe como técnico. A gente falou que daria o máximo para trazer esse título para ele. É um cara que merece, batalhador. Muito bom estar de volta ao Brasil e defendendo o Sada Cruzeiro novamente. Estou muito feliz de estar nesse clube de muita tradição. Espero encerrar a minha carreira por aqui mesmo – disse o jogador.

Sada Cruzeiro: Cachopa, Wallace, Isac, Otávio, Rodriguinho, Lopez e Lukinha (líbero). Entraram: Resley, Oppenkoski e Lucas Loh. Técnico: Filipe Ferraz.

Fiat Gerdau Minas: William, Leandro Vissotto, Maurício Souza, Matheus Pinta, Marcus, Leozinho e Maique (líbero). Entraram: Everaldo, Paulo, Lucas. Técnico: Nery Tambeiro.

Veja também

Osasco x Sesc RJ: Brait e Natinha analisam o clássico

Osasco/São Cristóvão Saúde e Sesc RJ Flamengo fazem mais um capítulo de um dos mais tradic…