Sada
Home Internacional Sada Cruzeiro deve herdar vaga no próximo Mundial
Internacional - Mundial de Clubes - 14 de outubro de 2021

Sada Cruzeiro deve herdar vaga no próximo Mundial

Com o cancelamento do Campeonato Sul-Americano masculino de clubes, o Sada Cruzeiro, atual campeão continental, deverá ficar com uma das vagas do continente no próximo Mundial.

É possível que a UPCN, da Argentina, fique com a outra vaga das Américas no Mundial, por ter sido a vice-campeã da última edição disputada do Sul-Americano. A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) ainda não confirmou o local, regulamento e lista de participantes do evento.

O torneio continental seria realizado entre 16 e 20 de outubro, na Arena Minas, em Belo Horizonte. Mas alguns problemas forçaram o cancelamento do evento. O anfitrião Fiat/Gerdau/Minas, por exemplo, tem três casos de covid no elenco, fazendo com que a diretoria do Minas Tênis Clube solicitasse o adiamento do Sul-Americano. Além disso, como revelado pelo Uol, outros participantes do continente enfrentavam dificuldades de agendamento de voos para o Brasil. Já o Funvic/Educacoin/Natal, outro que tinha vaga por conta da campanha do EMS/Taubaté na temporada passada, desistiu alegando “priorizar” a Superliga,

“A medida foi tomada como forma de proteger os mais de 85 mil associados, mil funcionários e cerca de mil atletas federados que circulam no clube todos os dias. O Minas tem um rígido protocolo de biossegurança para atender todos que circulam em suas dependências. O clube monitora diariamente todos os jogadores e faz controle severo de acesso dos sócios”, escreveu o Minas em nota oficial.

Diferentemente do masculino, o Campeonato Sul-Americano feminino está confirmado com cinco participantes: Itambé/Minas, Dentil Praia/Clube, Brasília, Club Olímpia, do Uruguai, e San Martín, da Bolívia. O torneio acontecerá entre 21 e 25 deste mês, em Brasília.

Procurado pelo Web Vôlei, o Sada Cruzeiro confirma ter vaga no Mundial de Clubes, faltando as confirmações da competição pela FIVB.

Veja também

Lucão: “Não tenho perspectiva de largar a Seleção”

Aos 35 anos, Lucão iniciou a temporada 2021/2022 em nova casa: o Vôlei Renata. Como a prin…