Superliga C
Home Superliga Superliga C começa com medalhistas olímpicos no “elenco”
Superliga - 26 de outubro de 2021

Superliga C começa com medalhistas olímpicos no “elenco”

Primeiro passo rumo à elite do vôlei nacional, a Superliga C começa nesta terça-feira com 52 equipes disputando nove vagas na próxima temporada da divisão de acesso (quatro na Superliga B feminina e cinco na masculina).

Entre as atrações da Superliga C, que terá jogos em sete estados do país, a presença de medalhistas olímpicos dentro e fora das quadras. Sassá, ouro em Pequim-2008, é reforço do Abel/Moda Brusque (SC), enquanto Thiago Alves, prata em Londres-2012, defende o Super Vôlei Santo André (SP). Já Gustavo Endres, ouro em Atenas-2004 e prata em Pequim-2008, é o treinador do APAV, de Canoas (RS).

Confira todos os times participantes da Superliga C em 2021.

Cada uma das nove sedes da Superliga C tem um torneio independente, que garante o acesso ao time de melhor campanha. A competição feminina começa nesta terça-feira em Brusque (SC) – na segunda partida do dia, o Abel/Moda Brusque, de Sassá, encara o Mapituba/Radar/Unesc/FME (SC).

Na competição masculina, que começará no dia 2 de novembro, times que reúnem novos talentos das seleções de base, como o Minas Náutico (MG) e o Uberlândia Vôlei/Praia Clube/Sada (MG), e outros com nomes experientes como o UniSantanna Diadema (SP), do levantador Jotinha, de 39 anos, e o Suzano (SP), com o ponteiro Sérgio Félix e os centrais Alberto e Brunão.

– Estivemos em quadra pela primeira vez como time e tivemos uma boa performance. Agora, temos dez dias para acertar alguns ajustes pontuais e seguir para Timbó/SC. Já tinha comandado equipes de base, mas, no adulto, foi minha primeira vez. Deu um frio na barriga, não dormi à noite pensando no jogo – comentou Gustavo Endres, após amistoso contra o Canoas Mega Vôlei, no fim de semana.

Veja também

Craques do Conegliano posam para calendário 2022

O Conegliano não perde para ninguém desde dezembro de 2019. Até agora (26 de novembro), sã…