Vôlei Renata
Home Estaduais Vôlei Renata vira com o apoio da torcida e é bicampeão
Estaduais - 18 de outubro de 2021

Vôlei Renata vira com o apoio da torcida e é bicampeão

O Vôlei Renata derrotou o Vedacit Guarulhos por 3 a 0 e depois venceu o golden set

Com uma atuação que beirou a perfeição, com poucos erros e agressivo no saque e na sua virada de bola, o Vôlei Renata conquistou, na noite desta segunda-feira, o bicampeonato estadual. No caldeirão do seu Taquaral,  diante da torcida que não parou de acreditar no título em momento nenhum, o time campineiro derrotou o Vedacit Guarulhos duas vezes, pelo segundo jogo da final do Campeonato Paulista Masculino de Vôlei 2021. Primeiro, ganhou o jogo de volta por 3 sets a 0 – parciais de 25-21, 25-19, 25-19 -, devolvendo a derrota sofrida na primeira partida, semana passada, em Guarulhos, por 3 a 2. Depois, os donos da casa venceram o golden set por 25-17 e fizeram a festa pelo segundo ano consecutivo, mantendo o título estadual em Campinas.

No ano passado, o Vôlei Renata conquistou o título sobre o  Taubaté fora dos seus domínios. Este ano, terminou a fase classificatória na primeira colocação e eliminou o Sesi SP na semifinal na mesma situação: perdeu o primeiro jogo e buscou a vaga no golden set, no Taquaral. O Vedacit Guarulhos buscava o título inédito.

O time campineiro foi dominante nos quatro sets. O único momento de tensão da equipe comandada pelo técnico Marcos Pacheco foi no primeiro set, quando vencia por 10 a 7 e, numa boa passagem do ponteiro Renato Pato, de Guarulhos, no saque, viu o adversário virar para 12 a 10. Depois disso, foi a vez de Evandro encaixar uma boa sequência no saque para recolocar os anfitriões na frente do marcador.

O oposto campeão olímpico teve uma atuação muito melhor do que no primeiro jogo, o que foi fundamental para a boa atuação do Võlei Renata, para desafogar as bolas de segurança com Adriano. Temponi, que não foi titular na partida em Guarulhos, com uma intoxicação alimentar, começou como titular e teve grande atuação no ataque, além da costumeira regularidade no ataque. Canuto entrava no fundo no lugar de Adriano para dar estabilidade na recepção. Esse foi um dos fatores que fizeram Guarulhos vencer o primeiro confronto.

Guarulhos não conseguiu ter a mesma regularidade no saque. Errou muito no fundamento. E, principalmente nos dois primeiros sets, desperdiçou muitos contra-ataques. O jogador mais regular foi o oposto Franco. Mas, a equipe campineira fez um jogo praticamente perfeito no saque. Não só porque errou pouco, mas porque soube variar os golpes, sacando taticamente, alternando força com bolas colocadas na quadra rival.

O ponto do título foi numa largada do campeão olímpico Lucão. Recém-chegado ao time, faz a torcida agora sonhar com o primeiro título de Superliga.

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Evandro, Lucão, Barreto, Temponi, Adriano e Alê (líbero). Entraram: Cristiano, Nasser, Judson Canuto. Técnico: Marcos Pacheco

Vedacit Guarulhos: Sandro, Franco, Matheus Alaejandro, Babu, Renato Pato, João Frank e Rogerinho (líbero). Entraram: Geovane, Batagim, Nicomedes, Deivid. Técnico: Guilherme Novaes

Veja também

Brasília vence o Curitiba em jogo isolado da rodada

O Brasília Vôlei conquistou a sua segunda vitória na Superliga Feminina de Vôlei 2021/22, …