Antropova
Home Destaques Antropova volta a atuar pelo Scandicci e se destaca
Destaques - Internacional - 18 de novembro de 2021

Antropova volta a atuar pelo Scandicci e se destaca

Em meio ao imbróglio jurídico sobre a nacionalidade, ela entrou em quadra e se destacou

O Scandicci contou com o retorno de Antropova, nesta quinta-feira, para avançar para a próxima fase da Challenge Cup. Em casa, vitória sobre o ASP Atenas por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 25-20 e 25-15.

Jogando na saída de rede no lugar da alemã Lippmann, a “islandesa/russa/italiana” Antropova foi a maior pontuadora do confronto com 17 pontos.

No torneio europeu, Antropova foi utilizada em uma vaga de estrangeira. No Campeonato Italiano, ela está suspensa e assim deixou de ser utilizada pelo Scandicci após o início de uma “disputa” pela nacionalidade da atleta.

O imbróglio começou após a Confederação Europeia (CEV) denunciar a utilização dela com italiana, já que a atleta foi inscrita em um Campeonato sub-17 do continente pela Rússia, país para onde se mudou dois meses após nascer na Islândia, em 2003.

Antropova não jogou a competição citada pela Rússia, talvez nem soubesse ser federada no país. Aos sete anos de idade, a família mudou-se para a Itália e lá ela fez o processo de formação no vôlei. Atualmente, o staff da atleta busca um recurso na Federação Internacional de Vôlei (FIVB) para que ela possa atuar com a nacionalidade italiana.

Aos 18 anos e com 2,02m, Antropova já demonstra potencial. Hoje, foram 12 pontos de ataque, com 41% de aproveitamento, além de três blocks e dois aces.

O técnico Massimo Barbolini voltou a utilizar a central brasileira Bia, poupada na véspera. Ela marcou sete pontos: cinco no ataque, um no bloqueio e um no saque. Natália mais uma vez não entrou em quadra.

No próximo mata-mata da competição europeia, o Scandicci enfrentará o Postdam, da Alemanha, ou o Kairos, de Portugal.

Veja também

Ivna, na mira do Sesi Bauru, tem saída confirmada pelo Lodz

Terminou oficialmente nesta sexta-feira a passagem da oposto brasileira Ivna pelo LKS Comm…