Rosamaria Garay
Home Destaques Garay, Rosamaria e Douglas na disputa do Atleta da Torcida
Destaques - Seleção Brasileira - Tóquio-2020 - 15 de novembro de 2021

Garay, Rosamaria e Douglas na disputa do Atleta da Torcida

Trio do vôlei está em eleição com outros 17 atletas olímpicos

O fã do esporte nacional já pode escolher o Atleta da Torcida que será consagrado no Prêmio Brasil Olímpico 2021. A votação popular foi aberta neste domingo, através do site pbo.cob.org.br, e será realizada até o próximo dia 7 de dezembro, durante a cerimônia de premiação, que acontecerá pela em Aracaju (SE). Para concorrer ao Atleta da Torcida, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) selecionou grandes nomes do esporte nacional que se destacaram nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 e também possuem forte presença e engajamento nas redes sociais. E na lista estão três nomes do vôlei: Fernanda Garay, Rosamaria e Douglas Souza/

Organizada pelo COB, a festa será realizada no Teatro Tobias Barreto e celebrará a histórica participação brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Em 2019, última edição do prêmio, o Atleta da Torcida foi Hugo Calderano, do tênis de mesa.

Neste ano, para valorizar a melhor campanha da história olímpica brasileira, pela primeira vez serão 20 concorrentes ao prêmio Atleta da Torcida, sendo dez mulheres e dez homens: Alison Santos (atletismo), Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Beatriz Ferreira (boxe), Bruno Fratus (natação), Darlan Romani (atletismo), Douglas Souza (vôlei), Fernanda Garay (vôlei), Formiga (futebol), Gabriel Medina (surfe), Hebert Souza (boxe), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Ítalo Ferreira (surfe), Kahena Kunze (vela), Martine Grael (vela), Mayra Aguiar (judô), Pedro Barros (skate), Rayssa Leal (skate), Rebeca Andrade (ginástica artística), Robert Scheidt (vela), Rosamaria (vôlei).

Organizado pelo COB desde 1999, o Prêmio Brasil Olímpico chega a sua 22ª edição em um ano de recordes na participação do Time Brasil nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. A maior premiação anual do esporte olímpico brasileiro terá um espaço especial para a histórica campanha do Time Brasil na capital japonesa. Todos os atletas medalhistas serão convidados a subir ao palco para a recepção de troféus especiais.

Além do Atleta da Torcida, o Prêmio Brasil Olímpico 2021 também homenageará os melhores atletas do ano (feminino e masculino). Concorrerão ao prêmio máximo da festa de gala do esporte brasileiro os medalhistas nos Jogos de Olímpicos de Tóquio, Ana Marcela Cunha (maratonas aquáticas), Rayssa Leal (skate) e Rebeca Andrade (ginástica artística), no feminino; e Hebert Conceição (boxe), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade) e Italo Ferreira (surfe), no masculino. Os 51 melhores atletas de cada modalidade também foram anunciados na última quinta-feira, dia 7. Garay faturou no vôlei, enquanto Duda foi eleita no vôlei de praia.

Também haverá um tributo aos melhores técnicos e a entrega do Troféu Adhemar Ferreira da Silva, destinado a personalidades do esporte que representem os valores que marcaram a vida e a carreira do saltador, como ética, espírito coletivo, eficiência técnica e física, respeito ao próximo e companheirismo. As novidades ficam por conta da criação de outras duas premiações: o Troféu TIM Transforma, para projetos que transmitam os Valores Olímpicos, e o Troféu Inspire, uma homenagem da Riachuelo às mulheres de destaque no Movimento Olímpico do Brasil.

O prêmio dará espaço também ao passado e ao futuro do esporte olímpico do Brasil. A participação do país nos I Jogos Pan-americanos da Juventude Cali 2021 será lembrada com uma premiação aos medalhistas da competição, voltada exclusivamente para atletas de até 23 anos.

Haverá ainda uma homenagem aos 14 indicados ao Hall da Fama em 2020 e 2021: os atletas Adhemar Ferreira da Silva (atletismo); Aída dos Santos (atletismo); Aurélio Miguel (judô); Bernard Rajzman (vôlei); Reinaldo Conrad (vela); Sebastián Cuattrin (canoagem velocidade); Tetsuo Okamoto (natação); Wlamir Marques (basquete); Gustavo Borges (natação); Fofão (vôlei); Rogério Sampaio (judô); Servílio de Oliveira (boxe); e os treinadores Nelson Pessoa (hipismo saltos); Mário Jorge Lobo Zagallo (futebol).

Veja também

Brasil vence e está na final do Pan-Americano Júnior

A Seleção Brasileira Masculina sub-23 está na final dos Jogos Pan-Americanos Júnior, em Ca…