Minas
Home Destaques Minas convence em vitória sobre o Barueri
Destaques - Superliga - 26 de novembro de 2021

Minas convence em vitória sobre o Barueri

Em casa, time mineiro teve boa atuação para superar as Chiquititas

O torcedor do Itambé/Minas tem bons motivos para comemorar nesta sexta-feira. Na Arena, em Belo Horizonte, o time de Nicola Negro derrotou o Barueri por 3 sets a 0, parciais de 25-16, 25-23 e 25-20, pela sétima da rodada da Superliga feminina 2021/2022 de vôlei, mostrando alguns conhecidos predicados.

Individualmente, Macris teve uma das melhores atuações da temporada. E o vôleifã sabe o quanto a velocidade e a precisão da levantadora fazem a diferença no estilo de jogo minastenista. Reparem abaixo no equilíbrio na pontuação das companheiras.

Criticadas em outros momentos da atual temporada, a turca Neriman Ozsoy e a americana Danielle Cuttino também viveram bons momentos.  A ponteira foi consistente no passe (61% de positividade), algo que certamente beneficiou a distribuição de Macris.  E a boa atuação na recepção também deu confiança para a Neri no ataque. Tanto que terminou como a maior pontuadora da equipe com 16 pontos, 15 deles no ataque. Na votação da torcida, foi eleita a melhor em quadra e ganhou o Troféu VivaVôlei.

Já a oposto foi titular, ganhando mais um voto de confiança do técnico italiano. Errou menos do que em rodadas anteriores (apenas duas vezes) e colaborou com 12 pontos.

12 também foi o número de pontos de cada uma das centrais Thaísa e Gattaz. Dos 24, 20 deles foram feitos no ataque, resgatando mais uma característica do Minas: o força pelo meio de rede. Por fim, é preciso registrar os 80% de positividade no passe de Pri Daroit, ajudando neste equilíbrio da equipe.

Pelo lado do Barueri, José Roberto Guimarães falou antes do jogo que seria uma importante lição para o jovem time enfrentar o atual campeão da Superliga. E ele vai voltar para casa com várias lições para ensinar ao elenco.

Faltou apoio para Lorrayna. A canhota terminou com 17 pontos, com 52% de aproveitamento. No mais o time teve baixo percentual no ataque pelas extremidades (Glayce com 39% e Karina com 32%). O passe também oscilou demais, fazendo com que peças importantes, como Diana, atacando apenas quatro vezes e terminando a partida com três pontos. Mesmo com o conhecido volume de jogo, Barueri não conseguiu, a partir do saque, pressionar o Minas. E pagou caro.

Veja também

Guilherme Novaes e Kadylac assumem seleções de base

Luis Carlos Rodrigues, o Kadylac, e Guilherme Novaes são os novos treinadores das Seleções…