Praia
Home Superliga Praia faz 2 a 0, cede empate, mas vence e segue líder
Superliga - 19 de novembro de 2021

Praia faz 2 a 0, cede empate, mas vence e segue líder

Minas e Praia fizeram mais um jogo emocionante na temporada, desta vez pela quinta rodada da Superliga Feminina

O Dentil Praia Clube segue imparável na Superliga Feminina de Vôlei 2021/22. Com mais uma atuação avassaladora e agressiva nos dois primeiros sets – com direito a fazer 10 a 1 no primeiro e 8 a 1 no segundo -, o time de Uberlândia tomou um susto, viu o rival empatar o jogo, mas acabou vencendo o Itambé Minas por 3 sets a 2 – parciais de 25-16, 25-11, 20-25, 23-25, 15-8 -, na noite desta sexta-feira (19.11),  na Arena do Minas, em Belo Horizonte (MG), no encerramento da quinta rodada do turno.

O resultado deixou o Praia ainda mais isolado na liderança da competição, agora com 17 pontos e na condição de único invicto na temporada, com seis vitórias. O Minas sofreu a sua primeira derrota em seis jogos e segue na vice-liderança, com 14 pontos.

Depois de perder os dois primeiros sets com uma atuação muito ruim, o Minas reagiu no terceiro. Perdia por 6 a 0, mas conseguiu virar em 9 a 8, iniciando uma reação incrível, levando o jogo para o tie-break.

Foi a quarta vitória consecutiva do Praia sobre o maior rival na temporada. No mês passado, o time do Triângulo levou a melhor nas finais do Campeonato Mineiro, da Supercopa e do Sul-Americano de Clubes. No dia 15 de dezembro, as duas equipes estreiam no Mundial de Clubes, que será disputado até o dia 19, em Ankara, na Turquia.

A levantadora Claudinha foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu Viva Vôlei. A oposta dominicana Brayelin Martinez foi a maior pontuadora do jogo, com 24 acertos. A ponteira turca Neri Ozsoy foi o destaque do Minas, com 20 pontos.

O Praia segue jogando muito bem. Agressivo no saque, eficiente no bloqueio, com a defesa muito bem postada e jogando com muita velocidade tanto no side out quanto nos contra-ataques. Claudinha fazendo uma temporada exemplar, muito precisa e distribuindo com velocidade, colocando todas as suas atacantes para jogar. Várias vezes Brayelin atacou com o bloqueio simples.

O Minas mostrou que ainda oscila muito e que tem problemas para resolver se quiser ser ao menos competitivo no Mundial de Clubes daqui a pouco mais de 20 dias.  E também se quiser defender outros dois títulos da temporada: o da Superliga e o da Copa Brasil. Erros infantis, erros técnicos, jogadoras trombando em quadra. Um nervosismo exacerbado no início dos sets. Erros de passe inaceitáveis para uma equipe de alto nível. O aproveitamento da ataque de Cuttino e das ponteiras segue muito abaixo. Cuttino deixou a quadra com 3 pontos e 27% de aproveitamento no ataque. Kisy fez 16 pontos, com 48% de aproveitamento.

No segundo set, as minastenistas cederam 12 pontos em erros. Faltou lucidez para fazer jogadas simples, ações corriqueiras, como dar uma manchete na mão da levantadora depois de uma bola que veio de graça do outro lado.

O terceiro set começou como os outros dois: o Praia fez 6 a 0, com Claudinha no saque. A torcida da casa estava calada. Nicola Negro tirou Macris e colocou Pri Heldes em quadra. E o que parecia impossível aconteceu. O Minas buscou e virou o jogo em 9 a 8, comandado pela turca Neri Ozsoy, que marcou 9 pontos no set – 8 de ataque -, sendo que ela tinha marcado apenas três pontos nas duas parciais anteriores. O Minas melhorou em todos os fundamentos. Passou a sacar em Buijs – que acabou substituída no final pela Tainara – e contou com Ozsoy para pontuar nos contra-ataques para fechar o set em 25 a 20.

O Minas manteve o bom momento no quarto set. Sacou bem, dificultou o passe do Praia e tirou a bola das mãos da Claudinha. Com emoção, venceu a parcial e empatou o jogo em 2 a 2. O Praia voltou com uma postura mais agressiva novamente no tie-break. Em nova passagem de Claudinha pelo saque, abriu cinco pontos de frente e administrou a vantagem. O Minas voltou a mostrar, no quinto set, os erros dois dois primeiros: passe fora da rede e erros de ataque.

O Praia volta a jogar na próxima terça-feira (23.11), contra O Unilife/Maringá, às 19h, em Uberlândia, pela sexta rodada. O Minas enfrenta o Curitiba, no mesmo dia, às 16h30, no Ginásio Universidade Positivo, em Curitiba (PR). Os dois jogos serão transmitidos pelo SporTV. Confira aqui a programação dos próximos jogos e as transmissões.

ITAMBÉ MINAS: Macris, Cuttino, Thaisa, Gattaz, Pri Daroit, Ozsoy e Léia (líbero). Entraram:  Pri Heldes, Pri Souza, Luiza Valente e Kisy. Técnico: Nicola Negro.

DENTIL PRAIA CLUBE: Claudinha, Brayelin Martinez, Carol, Jineiry, Kasiely, Anne Buijs e Suelen (líbero).  Entraram: Ariane, Lyara, Tainara. Técnico: Paulo Coco.

Veja também

Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama

O Brasil terá mais dois representantes no Hall da Fama do vôlei. O técnico Bernardinho e a…