Sesi SP
Home Superliga Sesi SP acaba com a invencibilidade do Sada Cruzeiro
Superliga - 21 de novembro de 2021

Sesi SP acaba com a invencibilidade do Sada Cruzeiro

O Sesi SP tirou a invencibilidade do Sada Cruzeiro na Superliga, ao vencer por 3 sets a 1, e assumiu a vice-liderança

O Sesi SP conseguiu o que nenhum time tinha conseguido ainda nesta temporada 2021/22: derrotar o Sada Cruzeiro. E, em pleno Ginásio do Riacho, em Betim (MG). A jovem equipe comandada pelo campeão olímpico Anderson Rodrigues venceu o atual campeão Mineiro e da Supercopa por 3 sets a 1 – parciais de 26-24, 28-30, 25-20, 25-14 -, na noite deste sábado (20.11), no encerramento da sexta rodada da Superliga Masculina de Vôlei, e manteve-se invicto na competição.

O resultado fez o Sesi SP subir da terceira para a segunda colocação, agora com 17 pontos, um atrás do líder Fiat Gerdau Minas, que também venceu na rodada. Minas e Sesi SP se enfrentam no próximo sábado, no duelo dos únicos invictos na Superliga, valendo a liderança. O Sada Cruzeiro é o terceiro na classificação, com 14 pontos.

O oposto do Sesi SP, Darlan, foi o maior pontuador da partida, com 27 pontos, e ficou com o Troféu Viva Vôlei. Foram 23 pontos de ataque, 2 de bloqueio, 2 de saque e um ótimo aproveitamento de 62% no ataque. Vitor Birigui terminou a partida com 17 pontos, Emina e Éder com 11 e Vinícius com 9. O maior pontuador do Sada Cruzeiro foi o cubano López, com 15 acertos. Wallace pontuou 13 vezes, Isac 10, Lucas Loh 10, Otávio 6 e Oppenkoski 4.

O técnico Filipe Ferraz mexeu bastante no time no decorrer da partida, mas não era o dia do Sada Cruzeiro, que abusou dos erros de saque, foi pouco eficiente na virada de bola e não conseguiu encontrar os ataques de Darlan.

Cachopa deu lugar para Resley no segundo se e o time melhorou, jogando mais com o meio. A segunda parcial foi marcada por polêmica. O Sesi marcou o ponto para fechar em 26 a 24, num ace, mas o time mineiro pediu o desafio e ganhou. No entanto, a imagem do vídeo não estava em boa qualidade e deu margem para dúvidas sobre o momento em que a bola tocou no chão. Houve muita reclamação por parte dos jogadores e da comissão técnica do Sesi SP, mas o ponto foi para o Sada Cruzeiro, que se manteve vivo na parcial. O último ponto do set também foi graças ao desafio. Darlan atacou para empatar em 29 a 29, mas a equipe mineira pediu novo vídeo check e pegou uma rede do jogador no momento do ataque, fechando o set em 30 a 28.

A derrota nos detalhes não desestabilizou o Sesi SP, que voltou no mesmo ritmo forte e agressivo para o terceiro set. O levantador Matheus Brasília distribuiu bem. Na quarta parcial, os paulistas abriram 20 a 11, depois de uma boa passagem de Éder pelo saque, e a torcida cruzeirense começou a deixar a arquibancada antes mesmo do fim da partida.

O Sesi SP foi superior ao Sada Cruzeiro em dois fundamentos: saque e bloqueio. O time marcou 16 pontos de bloqueio, contra 7 dos mineiros, e fez 6 aces, contra 2 dos donos da casa. A equipe mineira marcou 54 pontos de ataque e errou 28 vezes. O Sesi SP fez 52 pontos de ataque e cedeu 27 pontos em erros.

– Hoje foi mérito do Sesi SP, que jogou muito bem, porém a gente deixou a desejar no saque, na virada de bola, atacamos muito no bloqueio deles. Serve de aprendizado pra gente – disse o ponteiro do Sada Cruzeiro, Rodriguinho, que sentiu uma lesão no ombro durante o aquecimento e não foi titular – Lucas Loh começou jogando. No decorrer da partida, no entanto, ele acabou entrando.

Sada Cruzeiro e Sesi SP voltam a jogar no próximo sábado (27.11). O time mineiro recebe o lanterna Goiás, às 18h45, no Ginásio do Riacho, em Betim (MG), enquanto os paulistas recebem o líder Fiat Gerdau Minas, às 21h, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). Os dois confrontos serão transmitidos pelo SporTV. Confira aqui a programação dos próximos jogos da Superliga e as transmissões.

Veja também

Modena ganha a décima seguida no Italiano

O momento positivo do Modena continua no Campeonato Italiano masculino 2021/2022 de vôlei.…