Shelda Macris
Home Destaques Shelda entra no mercado de NFT´s. Macris é um dos “ativos”
Destaques - Fora de Quadra - 25 de novembro de 2021

Shelda entra no mercado de NFT´s. Macris é um dos “ativos”

Confira o novo empreendimento do mercado digital

No mercado digital, os NFTs, non-fungible token, da sigla em inglês, títulos de propriedade digital que não podem ser fraudados, mas podem ser emitidos e negociados totalmente online, de forma eficiente e segura, já movimentam milhões de dólares. E, aos poucos, chegam no esporte brasileiro. Quem resolveu surfar essa onda foi Shelda, heptacampeã mundial de vôlei de praia. Ela fundou a Sportis junto com Victor Lopes, ex-atleta de vôlei e gestor esportivo do COB entre 2012 e 2018, com direção artística de Rodrigo Saiani, da Plau Design. E o primeiro produto já está no mercado. É a coleção de NFTs “Fominhas de Títulos”, retratando medalhistas olímpicas do vôlei feminino em formato de toy art.

A cada semana, uma nova jogadora é revelada e seus NFTs são vendidos por esse período divididos em três séries: bronze, prata e ouro. Quanto mais nobre a série, mais exclusiva e sofisticada é a arte digital.

Já foram lançadas as coleções de Shelda, Macris, levantadora da Seleção Brasileira e do Itambé/Minas, e Fofão, ex-levantadora da Seleção Brasileira e ouro em Pequim-2008. Na próxima semana, mais uma surpresa estará à disposição dos colecionadores de NFTs.

Além da aquisição da arte digital, cada série gera um benefício adicional ao seu comprador. A série bronze dá direito a participar de um canal do Telegram exclusivo com a atleta da coleção. A prata garante participação em uma live exclusiva junto com a atleta e outros compradores das séries prata e ouro. Além disso, a coleção prata possui a característica de ter apenas 100 unidades, cada uma associada a uma única palavra. Se o/a comprador(a) do NFT escolher uma das palavras também escolhidas pela atleta, ganha de brinde uma cópia da boneca física. Já a série ouro, além de participar do grupo de Telegram e da live exclusiva, garante também uma cópia física da boneca.

– Nossa principal motivação foi gerar outras formas de relacionamento com nossos fãs e trazer uma nova visão para o esporte, através de uma tecnologia moderna que já vem sendo aplicada nas principais ligas esportivas profissionais americanas -explicou Shelda, revelando sua preocupação com o futuro do esporte no Brasil.

– Outro grande diferencial deste projeto, é que parte da venda da coleção “Fominhas de Títulos” será destinada a um fundo de investimento em jovens atletas de alto rendimento. Eles receberão, além de recursos financeiros, mentoria de grandes nomes do esporte. A intenção da Sportis é que os ídolos do presente ajudem a formar ídolos do futuro – encerrou.

Veja também

Onde ver Superliga e Copa Brasil nesta semana

É jogo todo dia. Se a covid não atrapalhar, a semana será repleta de atrações para os vôle…