Circuito
Home Destaques Circuito Brasileiro de vôlei de praia define campeões
Destaques - Praia - 4 de dezembro de 2021

Circuito Brasileiro de vôlei de praia define campeões

Evandro/Álvaro Filho e Bárbara Seixas/Carol Solberg ficaram com o título da temporada

Cuiabá foi o palco da consagração dos campeões da temporada 2021 do Circuito Brasileiro de vôlei de praia. Com resultados alcançados na última etapa, Evandro/Álvaro Filho e Bárbara Seixas/Carol Solberg ficaram com o título.

Juntos desde setembro, Evandro e Álvaro Filho chegaram no pódio nas quatro primeiras etapas da temporada, com um título, dois vices e um terceiro lugar. Para garantir a taça da temporada, eles precisaram vencer apenas um jogo em Cuiabá e na primeira rodada da fase de grupos, na sexta-feira, superaram Yuri/Yuri por 2 sets a 0 (21/12 e 21/12). Este é o terceiro título nacional de Álvaro, que foi campeão com Saymon (2016/2017) e Ricardo (2018/2019), e o segundo de Evandro, vencedor com André em 2017/2018.

– Optamos por não dar pausa depois dos Jogos Olímpicos e nos unimos para começar os treinamentos. O Álvaro se mudou para o Rio de Janeiro, algo que foi fundamental para o nosso desempenho. Colocamos a nossa vontade dentro de quadra, demos o nosso melhor e foi isso que nos trouxe até aqui. Estamos muito felizes com o título da temporada, mas ainda temos um caminho longo até o final do torneio. Avançamos para as oitavas e agora queremos o título da etapa – diz Evandro

– Eu estou muito feliz. Não é comum começar um trabalho já com um resultado tão expressivo. Isso mostra a força do nosso conjunto. Sabíamos que o início do nosso trabalho seria difícil, tivemos algumas derrotas, mas ficamos firmes. Hoje é aniversário da minha irmã Maria Luiza, que me inspira muito, e eu dedico este título a ela – completa Álvaro Filho.

Bárbara Seixas e Carol Solberg alcançaram o título geral da temporada com a terceira posição em Cuiabá, conquistada com vitória neste sábado sobre Ana Patrícia/Carol Horta por 2 sets a 0 (21/16 e 21/15). Este foi o quarto título nacional de Bárbara Seixas, campeã com Ágatha (2012/2013 e 2013/2014); e com Fernanda Berti (2018/2019).

– Nossa equipe está em sintonia. Por mais que a gente já tenha vencido o Circuito antes, é sempre especial, parece ser a primeira vez. Hoje temos uma nova equipe, um novo trabalho, nós não somos mais as mesmas. É muito legal esse processo de nos conhecermos melhor, nos reinventarmos. Queria muito este título, saborear cada degrau da conquista – diz Bárbara.

Carol Solberg chegou ao segundo título do Circuito Brasileiro – já havia conquistado a temporada 2017/2018 ao lado de Maria Elisa.

– Temos uma característica muito parecida de trabalhar e acreditar na equipe, e o título consagra isso. Eu amo jogar vôlei. Enquanto eu tiver frio na barriga quando entrar em quadra, vibrar com cada ponto e cada conquista, sentindo o coração bater forte, e isso que me move. Ver a nossa equipe vibrando é incrível. Ganhar é maravilhoso, mas a gente constrói isso juntos – explica Carol Solberg.

Gerente de vôlei de praia da Confederação Brasileira de Voleibol, Guilherme Marques comemorou o desfecho de uma temporada cheia de desafios:

– Esse retorno após a paralisação imposta pela pandemia foi um desafio, mas ficamos muito felizes com o resultado, mesmo com uma temporada mais curta, de cinco etapas. Foi um momento marcado pela união entre CBV, atletas, patrocinadores, cidades-sede. Outro ponto para comemorar foi a possibilidade de retorno do público às arquibancadas, nas duas últimas etapas. O apoio e a alegria da torcida são muito importantes. As duplas campeãs estão de parabéns. São grandes atletas, tiveram regularidade e fizeram jogos de alto nível. Mas também comemoramos o surgimento de novos talentos e a emoção de ver novamente nossos craques em ação nas quadras brasileiras.

Rebecca e Talita ficam com o ouro em Cuiabá

Na decisão do título da etapa na capital mato-grossense do Circuito Brasileiro, Rebecca e Talita venceram Elize Maia e Thâmela por 2 sets a 1 (15/21, 21/11 e 15/13). Foi o segundo título da dupla formada no início de setembro. Rebecca chegou ao 16º título em Opens, enquanto Talita alcançou a marca de 45 conquistas. Após a partida decisiva, Talita relembrou a primeira vez que disputou uma final de etapa, há 19 anos, justamente em Cuiabá. Do outro lado da rede estava Adriana Behar, hoje CEO da CBV.

– Eu joguei minha primeira final aqui em Cuiabá em 2002, contra a Shelda e a Adriana Behar. Eu jogava com a Renatinha e isso tem 19 anos! Hoje foi tão difícil quanto daquela vez. Eu lembrei dos meus 20 anos, mas a vontade e a felicidade em jogar ainda são as mesmas – declarou Talita.

Veja também

Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama

O Brasil terá mais dois representantes no Hall da Fama do vôlei. O técnico Bernardinho e a…