Zé
Home Destaques Zé observa “selecionáveis” e fala sobre Rosa, Ana, Gabi…
Destaques - Seleção Brasileira - 15 de dezembro de 2021

Zé observa “selecionáveis” e fala sobre Rosa, Ana, Gabi…

José Roberto Guimarães está atento ao desempenho das brasileiras no exterior

Em entrevista ao LANCE!, o técnico José Roberto Guimarães falou sobre a observação de atletas para os compromissos da Seleção Brasileira feminina de vôlei em 2022. Em ano de Campeonato Mundial, o tricampeão olímpico sabe da importância de um acompanhamento próximos dos passos das principais jogadoras. Zé falou sobre várias das atletas que estiveram na campanha do vice-campeonato olímpico, em Tóquio, meses atrás.

– Estou observando o cenário internacional. Está dando o normal na Itália, com o Conegliano em primeiro e o Novara em segundo, o Scandicci chegando. Na Turquia, o Fenerbahce na frente, o Vakifbank com um jogo a menos. Vamos poder observar o desempenho de jogadores importantes agora no Mundial – disse Zé, após a derrota do Barueri para o Fluminense na terça-feira, por 3 a 1, nas Laranjeiras.

Remanescentes da prata olímpica de Tóquio, Rosamaria, de 27 anos, e Ana Cristina, de 17, atualmente estão na reserva de Novara (ITA) e Fenerbahce (TUR), respectivamente, na disputa contra dois jovens talentos: a turca Ebrar Karakurt e a russa Arina Fedorovtseva.

– A Rosamaria acho que já esperava que talvez fosse acontecer isso. A Karakurt está lá e vem pontuando bem. Mas ela ainda vai evoluir muito. Rosa estava se recuperando da fascite plantar (do pé esquerdo) e tem muito campeonato pela frente. A Ana Cristina também, era algo esperado no Fenerbahce. Ela vai ter de entrar aos poucos e buscar as oportunidades. A Ana vai jogar, sair, jogar, sair. Já Nati e Bia estão jogando, a Gabi está bem… Ainda tem muito campeonato para acontecer – comentou Zé, que também citou Tandara, afastada das quadras durante o julgamento do caso de doping e ainda sem saber quando voltará a atuar: – A Tandara a gente ainda não sabe o que vai acontecer.

Sobre Superliga, o treinador ainda vê muito espaço para evolução dos times para a segunda metade da temporada:

– Ainda tem coisas a melhorar, a evoluir. Estou achando o número de erros em demasia, mas é o final do primeiro turno e acredito que as equipe irão melhorar. Algumas jogadoras mais jovens estão aparecendo e ganhando a oportunidade de jogar. A Superliga está caminhando. Temos dois campeonatos importantes no ano que vem com a Seleção: a Liga das Nações e o Mundial. Vamos observar as melhores jogadoras que vão aparecer na Superliga e formar a melhor Seleção possível. Tem uma renovação acontecendo, mas com jogadoras remanescentes que terão seu papel.

Zé ainda comentou sobre as dificuldades de Barueri. Apesar do anúncios da Veloe e do Pede Pronto, ele ainda busca novos apoiadores para o projeto adulto e das categorias de base.

– Estou aliviado em partes. Ainda estamos correndo atrás, pois precisamos de mais. Mas já é um apoio bastante importante que temos de agradecer muito.

Veja também

Canal Vôlei Brasil exibirá jogos da Superliga B

Dois times fecharam a transmissão de suas partidas como mandantes na primeira fase da Supe…