Tours
Home Destaques “Feito do Tours sobre o Modena”, festejam franceses
Destaques - Internacional - 19 de janeiro de 2022

“Feito do Tours sobre o Modena”, festejam franceses

Time de Marcelo Fronckowiak eliminou o favorito Modena nas oitavas de final

O Tours, da França, eliminou o favorito Modena, da Itália, nesta quarta-feira, nas oitavas de final da Copa CEV masculina de vôlei. Depois de ter vencido, em casa, o jogo de ida por 3 a 1, o time do técnico brasileiro Marcelo Fronckowiak avançou por ter ganhado dois sets como visitante. Mesmo perdendo a partida no tie-break (25-17, 24-26, 33-35, 25-19 e 15-13), o Tours avançou na competição europeia.

O L´Équipe, principal veículo esportivo da França, tratou a classificação como “um feito do Tours”. O comandante brasileiro, inclusive, com covid, desfalcou a equipe na Itália.

O principal pontuador do Tours foi o experiente ponteiro francês Kevin Tillie, com 18 pontos: 14 no ataque (56% de aproveitamento), dois bloqueios e dois aces. O oposto brasileiro naturalizado catari Geraldo, conhecido como Goiano, colaborou com mais 14, enquanto o central Aracaju fez 11, quatro deles no bloqueio.

Nas quartas da Copa CEV, o Tours enfrentará Galatasaray, da Turquia, ou Karlovarsko, da República Tcheca.

O Modena precisava ter vencido por 3-0 ou 3-1 para forçar o golden set. Mas a equipe comandada por Giani sofreu demais com o passe. Mesmo com seu trio de extremidades com boa pontuação, foi eliminado precocemente: o oposto holandês Nimir Abdel-Aziz anotou 24, o ponteiro francês Earvin Ngapeth fez 20, enquanto o ponta brasileiro Leal somou 16. O levantador Bruninho não pontuou.

Foi a segunda eliminação seguida da equipe. No fim de semana, queda nas quartas de final da Copa Itália diante do Piacenza. Dirigente do Modena, Andrea Sartoretti pediu desculpas aos torcedores e patrocinadores. A continuidade do técnico Andrea Giani foi cobrada:

– Amargura e decepção por termos regredido nas últimas duas semanas. Pedimos desculpas aos fãs e aos patrocinadores. Agora temos que tirar alguns dias para refletir, pois estamos no calor do jogo. Só nos resta o Campeonato Italiano. Vínhamos de uma longa sequência positiva (13 jogos), mas erramos nos momentos importantes, teremos que entender o que deu errado. Giani? O clube sempre se expressou, é nosso treinador, mas devemos encontrar explicações para o que aconteceu e encontrar o nosso jogo. Hoje não é hora de reflexões, mas apenas de desculpas – comentou o ex-jogador.

Veja também

Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama

O Brasil terá mais dois representantes no Hall da Fama do vôlei. O técnico Bernardinho e a…