Minas
Home Copa Brasil Minas vence a Funvic de virada e vai à semifinal
Copa Brasil - Destaques - 19 de janeiro de 2022

Minas vence a Funvic de virada e vai à semifinal

O Fiat Gerdau Minas derrotou o Funvic Natal, de virada, e aguarda definição do adversário na semi da Copa Brasil

O Fiat Gerdau Minas venceu o Funvic Natal por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 23-25, 25-15, 25-21, 25-21, na noite desta quarta-feira (19.01), em Belo Horizonte (MG), pelas quartas de final da Copa Brasil, e garantiu vaga na semifinal da competição. 
 
O adversário do Minas na próxima fase – que acontecerá nos dias 27 e 28 de janeiro, em Blumenau (SC) – sairá do confronto entre Sesi SP e Vedacit Guarulhos, que se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. Ainda hoje, o Vôlei Renata enfrenta a Apan Blumenau, às 21h30, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, com transmissão pelo SporTV. O vencedor desse jogo vai encarar o Sada Cruzeiro. O time mineiro disputaria a partida das quartas de final  nesta quinta-feira, mas o adversário, Farma Conde São José anunciou hoje que não vai jogar por conta dos casos de covid na equipe. 
O oposto Leandro Vissotto, do Minas, foi o maior pontuador do jogo, com 22 pontos. Ele comentou a vitória, lembrando que esse foi o primeiro jogo da equipe mineira no ano, também por causa de jogadores infectados pelo coronavírus. Matheus Pinta e Maicon, por exemplo, só voltaram a treinar com o grupo ontem.
A gente sabia que seria um jogo difícil, porque o time deles tem qualidade. Não é porque eles estavam em oitavo na tabela da Superliga que seria um jogo fácil. Eles sacaram bem demais, nos colocaram em dificuldade. Foi o nosso primeiro jogo depois da folga de fim de ano. Sentirmos a falta de ritmo – disse Vissotto. O Minas pode ganhar um reforço para o returno da Superliga para compensar a saída de Maurício Souza, o central cubano David Fiel. Leia aqui,
O time de Natal também teve jogadores infectados pelo covid 19 este ano. O técnico João Marcondes, inclusive, está internado desde a semana passada por conta do vírus.
Além disso, a equipe perdeu dois atletas importantes, que se transferiram para outros clubes: o levantador Murilo Radke, que foi para o voleibol turco, e o central Riad, que vai reforçar o Suzano na disputa da Superliga B a partir do próximo sábado. Para o lugar de Radke, o Funvic contratou o levantador Índio, que estava jogando na Europa.
– Jogar contra o Minas é sempre muito difícil. É uma equipe que está em primeiro lugar. Tivemos casos de covid, ficamos 20 dias sem treinar, eu estava em outro país, ainda estou me adaptando ao grupo, ao clima. A gente jogou bem. Perdemos para a superioridade do Minas, no final dos sets, nos detalhes. Agora vamos pensar em ir bem na Superliga para ficar entre os oito e tentar uma classificação positiva – disse Índio.

Veja também

Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama

O Brasil terá mais dois representantes no Hall da Fama do vôlei. O técnico Bernardinho e a…