Kim
Home Destaques O perfil de Kim, a melhor de 2021, na Volleyball World
Destaques - Internacional - 16 de janeiro de 2022

O perfil de Kim, a melhor de 2021, na Volleyball World

Sul-coreana surpreende ao ser escolhida a melhor jogadora do último ano

Assim como já havia feito neste domingo com Brizard, eleito o melhor do mundo em 2021, a Volleyball World publicou um perfil de Kim Yeon-Koung, escolhida a melhor jogadora do último ano. Sem explicar os critérios para a escolha da lista das 12 principais atletas, o site exalta várias marcas extra-quadra da sul-coreana. Confira na íntegra abaixo.

2021 foi um ano marcante para Kim. Foi o ano em que ela se aposentou da seleção nacional, 17 temporadas depois de estrear pela Coreia do Sul em 2005. Foi o ano em que ela liderou seu país na terceira participação olímpica consecutiva e em sua segunda disputa por medalha. Foi o ano em que seus seguidores de mídia social no Instagram e no You Tube atingiram a marca de um milhão.

A temporada de clubes 2020/2021 de Kim terminou no final de março com uma medalha de prata na V-League da Coreia do Sul. Pelo Pink Spiders, a ponta de 1,92m liderou as estatísticas tanto no saque (0,28 ace por set) quanto no ataque (45,92% de acerto) e ganhou o prêmio MVP e uma vaga no Dream Team.

Quando a temporada da seleção nacional começou, a estrela de 33 anos liderou a Coreia na pontuação (196 pontos) na campanha da Liga das Nações, com o time terminando em 15º lugar. O resultado, no entanto, não provou ser um indicador do que estava por vir nos Jogos Olímpicos.

Inspirada pelas performances fantásticas de sua capitão Kim, a Coreia foi melhor do que o esperado em Tóquio. A seleção terminou em terceiro no seu grupo, atrás dos poderosos Brasil e Sérvia. Em uma emocionante vitória por 3 a 2 sobre o anfitrião Japão, Kim se tornou a primeira jogadora da história a marcar mais de 30 pontos em uma única partida dos Jogos Olímpicos em quatro ocasiões.

Com sua estrela contribuindo com 28 pontos, a Coreia então derrotou a Turquia, nas quartas de final em cinco sets para chegar às quartas de final das Olimpíadas pela segunda vez na carreira de Kim, depois de Londres-2012. Ela terminou em segundo lugar nas estatísticas individuais para maior pontuadora (136 pontos), melhor atacante (122 pontos) e melhor defesa (83 ações). No início dos Jogos de Tóquio, ela também liderou a delegação de seu país como porta-bandeira na Cerimônia de Abertura.

Logo após os Jogos, Kim anunciou sua aposentadoria da seleção após uma carreira de 17 anos durante a qual ganhou o status de maior jogadora de vôlei que o país já produziu.

Antes da nova temporada, Kim voltou ao clube chinês Shanghai . No último dia do ano, elas empataram sua série semifinal na liga nacional chinesa. Quatro dias depois, eles comemoraram a medalha de bronze.

A enorme popularidade de Kim entre os fãs fez dela uma das jogadoras de vôlei mais seguidas nas redes sociais. Ela se tornou a primeira jogadora de vôlei com mais de um milhão de inscritos no You Tube. Em 2021, ela também atraiu um milhão de seguidores no Instagram. Seus seguidores nessa rede agora se aproximam de 1,8 milhão. Segundo fontes coreanas, Kim também foi a atleta feminina mais mencionada no Twitter em todo o mundo em 2021.

 

Veja também

Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama

O Brasil terá mais dois representantes no Hall da Fama do vôlei. O técnico Bernardinho e a…