Bernardinho
Home Destaques Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama
Destaques - Internacional - 25 de maio de 2022

Bernardinho e Venturini entram para o Hall da Fama

Brasil teve dois dos seis novos indicados para fazer parte do grupo

O Brasil terá mais dois representantes no Hall da Fama do vôlei. O técnico Bernardinho e a ex-levantadora Fernanda Venturini estão entre os seis escolhidos para a “turma de 2022”. A cerimônia na cidade de Holyoke, nos Estados Unidos, está marcada para acontecer no dia 22 de outubro.

Bernardinho, há tempos, já era esperado para ganhar sua posição no Hall da Fama. São sete medalhas olímpicas para o comandante do Sesc RJ Flamengo: uma de prata como jogador em Los Angeles-84, duas de bronze com a Seleção feminina em Atlanta-96 e Sydney-200 e mais quatro com a Seleção masculina: ouro em Atenas-2004 e na Rio-2016 e prata em Pequim-2008 e Londres-2012. Já Fernanda esteve presente na campanha do bronze olímpico em Atlanta e é considerada uma das melhores levantadoras da história do vôlei.

Além da dupla, foram nomeados como integrantes do Hall da Fama o ex-ponteiro italiano Samuele Papi, a americana Kerri Walsh, representando o vôlei de praia, e os holandeses Pieter Joon (do vôlei sentado) e Peter Murphy (dirigente).

Em 2021, o Brasil teve três escolhidos para o Hall da Fama: Serginho Escadinha e Giovane Gávio (vôlei) e Ricardo (vôlei de praia). Na ocasião, a lista teve nove nomes, compensando o ano de 2020, sem eleição por conta da pandemia.

Localizada em Holyoke, Massachusetts, nos Estados Unidos, a instituição passará a contar com 161 membros de 25 países. Aqui a lista completa do Hall da Fama, faltando a inclusão dos novos nomes de 2022.

Veja também

Grade de transmissões da VNL masculina no Sportv

18 jogos estão previstos na grade de transmissões do Sportv 2 na terceira e última etapa d…