Brasil
Home Liga das Nações Brasil vence a décima, quinta seguida na VNL
Liga das Nações - Seleção Brasileira - 2 de julho de 2022

Brasil vence a décima, quinta seguida na VNL

Seleção agora descansa até a fase final, em Ankara, na Turquia

O Brasil assumiu a liderança da Liga das Nações feminina (VNL). Neste sábado, em Sofia (BUL), a Seleção fechou sua participação na fase de classificação com vitória sobre a Tailândia por 3 sets a 1, parciais de 25-18, 26-24, 23-25 e 25-23.

Foi o décimo resultado positivo do time de José Roberto Guimarães em 12 partidas. A primeira colocação, porém, deverá ser momentânea, uma vez que os Estados Unidos ainda possuem duas partidas para disputar (Turquia e Alemanha) e perderam apenas uma vez em todo o campeonato. Quem também pode ultrapassar o Brasil ao fim desta fase é o Japão, desde que vença os dois compromissos pendentes (Sérvia e Bélgica), sem necessidade de tie-breaks.

Independentemente da posição final, o time brasileiro chegará com moral em Ankara, na Turquia, para a disputa da fase final, entre os dias 13 e 17 deste mês. Vale lembrar que, a partir desta edição de 2022 da VNL, das quartas de final em diante os confrontos são eliminatórios, repetindo o regulamento das Olimpíadas.

Para o duelo com as tailandesas, Zé Roberto fez apenas uma alteração no time titular utilizado na véspera diante da Bulgária: Julia Bergmann no lugar de Pri Daroit.

Coletivamente, o bloqueio do Brasil se destacou no início, com Carol e Julia Kudiess. Por falar nas centrais, elas foram muito utilizadas por Macris no ataque no primeiro set. Com o sistema defensivo tailandês crescendo de produção e o saque deixando a linha de passe brasileira em apuros no decorrer do confronto, a levantadora passou a usar mais as extremidades. E Julia Bergmann, Gabi e Kisy não tiveram vida fácil para colocar a bola no chão. Da metade do terceiro set em diante, Zé optou por Roberta no lugar de Macris.

Em desvantagem no placar, a Tailândia conseguiu estabilizar a recepção, permitindo que a levantadora Pornpun passasse a usar fintas e jogadas rápidas. E o block brasileiro passou a ter mais dificuldades.  Assim o jogo seguiu para a quarta parcial, com as vice-campeãs olímpicas tendo muito trabalho para fechar em 3 a 1, virando depois de uma desvantagem de 15-18, em ótima passagem de Gabi pelo saque. Julia Bergmann foi a maior pontuadora do time com 17 acertos, seguida por Carol, com 16 (quatro no bloqueio).

Já a Tailândia, com o resultado negativo, ainda não está garantida nas finais e corre riscos. São 15 pontos (cinco vitórias e seis derrotas) das asiáticas, com possibilidade da ultrapassagem do Canadá, com 12 pontos (quatro vitórias e seis derrotas). Neste sábado, as canadenses duelam com a Alemanha e fecharão a participação contra a Holanda, no domingo. Já o último compromisso tailandês é com a Itália. Neste sábado, Pimpichaya foi o destaque da equipe, com 23 pontos.

Brasil: Macris, Kisy, Gabi, Julia Bergmann, Carol, Julia Kudiess e Natinha (líbero). Entraram: Roberta, Rosamaria. Técnico: José Roberto Guimarães.

Tailândia: Pornpun, Pimpichaya, Chatchu-On, Ajcharaporn, Hattaya, Jarasporn e Supattra (líbero). Entraram: Sirima, Tanacha, Kaewkalaya, Piyanut. Técnico: Danai Sriwacharamaytakul

Veja também

Brasil e França empatam em jogo-treino

As seleções masculina de Brasil e França disputaram um jogo-treino em Montpellier, nesta q…