CBV CBC
Home Praia CBC vai apoiar logística de atletas no vôlei de praia
Praia - 29 de julho de 2022

CBC vai apoiar logística de atletas no vôlei de praia

Comitê Brasileiro de Clubes e CBV anunciaram o acordo aos atletas na quinta-feira

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) fecharam uma parceria para beneficiar atletas de vôlei de praia. Com o acordo, os atletas que representarem clubes filiados ao CBC poderão usufruir de facilidades de logística e infraestrutura.

Um dos benefícios da parceria é a possibilidade de requisitar passagens para as etapas do Circuito Brasileiro por meio do CBC. Atualmente, oito duplas de cada gênero (e seus respectivos técnicos), que estiverem vinculadas a clubes, podem receber o benefício a cada torneio – com o ranking de entradas da data limite de inscrição via CBC (cerca de 35 dias antes de cada etapa) como critério para definição dos contemplados.

– Aprofundarmos a parceria com o CBC é mais um passo para que o vôlei de praia tenha uma estrutura ainda mais profissional. Além das passagens aéreas para as competições, ao participar de um clube esportivo filiado ao CBC os atletas podem usufruir de estrutura maior. Infraestrutura e comissão técnica, por exemplo, são pontos que também recebem apoio do CBC de acordo com o projeto de cada clube – explica Guilherme Marques, gerente de vôlei de praia da CBV.

Na reunião com atletas e técnicos, ontem, durante a sétima etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia, disputada em Campo Grande (MS), foram informados os processos operacionais que atletas e clubes precisam seguir para estarem filiados ao CBC e para usufruírem dos benefícios da parceria com a CBV. Ricardo Avellar, gerente de esporte e relações institucionais do CBC, participou do encontro de forma virtual:

– Foi a primeira vez que o CBC participou de uma reunião com atletas e treinadores que participam do Circuito Brasileiro de vôlei de praia. Essa iniciativa da CBV, representada pelo Guilherme Marques, nos deu a oportunidade mostrar os benefícios que esta parceria pode trazer para a modalidade. Foi um primeiro passo muito importante. Sabemos que temos um caminho a percorrer, aproximando cada vez mais os clubes do vôlei de praia, e trazendo alternativas aos atletas e treinadores deste esporte de tanto sucesso.

Antes desta ação, CBC e CBV se juntaram para a criação de uma comissão técnica permanente da modalidade, que dá suporte às duplas do alto rendimento e participa da criação de metodologias para as categorias de base. Leandro Brachola, técnico campeão olímpico nos Jogos Rio-2016 com a dupla Alison/Bruno Schmidt, e o supervisor técnico; e Marco Char, o coordenador da equipe, que conta com profissionais de fisioterapia, análise de desempenho e fisiologia. Na etapa de Vila Velha do Circuito Brasileiro, por exemplo, o fisiologista Helvio Affonso, em parceria com o Tommasi Laboratório, coletou dados de 20 atletas, que geraram análises para as comissões técnicas das duplas brasileiras, e também serão transformados em um artigo científico. Durante o Campeonato Mundial de Roma, que terminou com ouro de Duda/Ana Patrícia, prata de Vítor Felipe/Renato e bronze de George/André, os atletas contaram com a presença dos fisioterapeutas Eduardo Ruhling e Vinicius Marques, e com as informações enviadas pela equipe de análise de desempenho.

 

Veja também

Maique: “Estamos buscando identidade para o grupo”

A Seleção Brasileira masculina está na França fazendo os últimos ajustes para o Campeonato…