Cuba
Home Destaques Cuba, liderada por Lopez, vence e está na VNL-2023
Destaques - Internacional - Liga das Nações - 31 de julho de 2022

Cuba, liderada por Lopez, vence e está na VNL-2023

Na final da Challenger, vitória cubana sobre a Turquia

O mundo do vôlei voltará a ver, em 2023, Cuba entre as principais seleções do naipe masculino. Neste domingo, em Seul, na Coreia do Sul, os caribenhos conquistaram a Copa Challenger e garantiram um lugar na próxima Liga das Nações (VNL).

Na decisão, vitória de Cuba sobre a Turquia por 3 sets a 1, parciais de 25-17, 23-25, 25-20 e 25-20. Título, vaga na VNL e a sensação de que o time ainda tem muito mais para mostrar.

Antes do embarque para Seul, Cuba perdeu dois centrais: Simon e Osoria por conta de testes positivos para covid. Viajou apenas com 12 atletas. Para piorar, perdeu outro titular: o ponta Yant, do Civitanova, lesionado. Ainda assim, sagrou-se campeão.

Na final, o ponta Miguel Lopez foi o maior pontuador. Foram 20 pontos do jogador do Sada Cruzeiro: 16 no ataque, dois no saque e dois no bloqueio. Ele foi seguido de perto pelo oposto Jesus Herrera, com 19. O central Alonso, com 12, e o outro ponta, Mergarejo, com 11, também foram peças importantes.

Pelo lado turco, o oposto Adis Lagumdzija foi o destaque, com 22 acertos, 21 deles no ataque. Com sobrenome de bom atleta de meio de rede, Gunes se destacou no bloqueio, com seis dos oito pontos do time no fundamento.

Na VNL, Cuba entrará no lugar da rebaixada Austrália. E tem potencial para dar trabalho para as grandes seleções da atualidade.

Na disputa do terceiro lugar, em jogo emocionante, a torcida da casa festejou a vitória da Coreia do Sul sobre a República Tcheca no tie-break, parciais de 25-19, 25-16, 24-26, 23-25 e 22-20. Foram 33 pontos de Donghyeok, que saiu do banco no segundo set para ser o protagonista do confronto.

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…