Duda Ana Patrícia
Home Destaques Duda e Ana Patrícia embalam com 15 vitórias seguidas
Destaques - Praia - 11 de julho de 2022

Duda e Ana Patrícia embalam com 15 vitórias seguidas

As campeãs mundiais superaram Bárbara Seixas e Carol Solberg na decisão na Suíça

Duda e Ana Patrícia seguem alucinante na temporada. Campeãs mundiais de vôlei de praia em junho em Roma (ITA), as brasileiras conquistaram o segundo ouro consecutivo neste domingo, com direito a dobradinha verde-amarela no alto do pódio. Na final brasileira da etapa Elite 16 de Gstaad (SUI), uma das mais tradicionais do Circuito Mundial, elas levaram a melhor contra Bárbara Seixas/Carol Solberg e faturaram o título. Com 15 vitórias seguidas contando as últimas três competições que disputaram, Ana Patrícia e Duda perderam apenas um set na Suíça, justamente na decisão: 2 sets a 1, parciais de 21/19, 20/22 e 15/10.

– Eu estou tão feliz com esta vitória. É nossa segunda vitória como time e isso mostra que estamos construindo uma equipe forte, o que é muito especial – comemorou Duda.

– O nível é tão alto no Circuito Mundial. Eu acho que estamos jogando partidas muito boas e estamos crescendo com elas. Espero que possamos continuar a ir na direção certa – disse Ana Patrícia.

Este é o segundo pódio de Duda/Ana Patrícia nesta temporada do Circuito Mundial. Antes, elas haviam ganhado o bronze na etapa Elite 16 de Jurmala (LET), conquistado lá a primeira da série de 15 vitórias seguidas. Bárbara e Carol chegaram a quatro medalhas no ano: pratas nas etapas Elite 16 de Gstaad (SUI) e Jurmala (LET) e ouros nas etapas Challenge de Tlaxcala (MEX) e Doha (CAT).

O Brasil já conquistou outras seis medalhas na temporada 2022 do Circuito Mundial: prata no Elite 16 de Ostrava (TCH) e um bronze no Elite 16 de Rosarito (MEX) para Talita/Rebecca; bronze no Elite 16 de Jurmala (LET) e ouro no Challenge de Itapema (SC) para André/George; bronze para Elize Maia/Thâmela no Challenge de Tlaxcala (MEX); e bronze para Andressa/Vitória no Challenge de Itapema (SC).

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…