Egonu
Home Destaques Egonu dá show e leva Itália para a semi
Destaques - Liga das Nações - 14 de julho de 2022

Egonu dá show e leva Itália para a semi

China está eliminada nas quartas de final da Liga das Nações

O fanático torcedor turco presente na Ankara Sports Hall teve um aperitivo do que vem por aí nas próximas temporadas. Paola Egonu, reforço do Vakifbank, liderou a classificação da Itália para as semifinais da Liga das Nações (VNL).

Foram 36 pontos da oposto na vitória italiana sobre a China por 3 sets a 1, parciais de 25-22, 25-19, 24-26 e 25-22. Foram dez pontos de Egonu no primeiro set, oito nos segundo, oito no terceiro e mais dez no quarto. Na divisão por fundamentos, Egonu anotou 32 no ataque e quatro no saque.

Como comparação, quem mais se aproximou dela na pontuação pela Azzurra foi a ponteira Caterina Bosetti, com 14.

No time titular, o técnico Davide Mazzanti optou por Orro no lugar de Malinov. Ele também promoveu o retorno da capitã Sylla. A ponteira, porém, teve uma atuação bem irregular, sendo substituída por Pietrini no fim do primeiro set, mas voltando para os demais. Foram apenas cinco pontos marcados por Sylla na partida, com 23% de aproveitamento ofensivo

Pelo lado chinês, o início foi animador. No primeiro set, com o bloqueio funcionando bem, as asiáticas abriram 17-11. Daí em diante parecia outro time em quadra. Muitos erros no passe e no ataque, com momentos de apatia pura. Apenas o bloqueio demonstrava eficiência, tendo marcado mais pontos do que a Itália ao fim do jogo. E foi com ele que a China reagiu no terceiro set, obrigou Mazzanti a pedir tempo com o placar em 0-3, tentar mexer na estrutura do time com Malinov, Pietrini e Lubian. A diferença chegou a ser de sete pontos (13-20), a Azzurra reagiu de novo, empatou em 24 e quase conseguiu uma virada histórica. Gong foi o nome chinês no ataque.

O quarto set foi equilibrado, com a China liderando até o 17º ponto e levando a virada no 21-20, com o block italiano, pouco efetivo até então, aparecendo para decretar a virada e a classificação, logicamente, com Egonu marcando o último ponto no ataque.

A Itália espera agora por Turquia ou Tailândia, que encerram as quartas de final da VNL a partir das 12h30, com transmissão sem imagens do Web Vôlei.

Veja também

Paulista com cinco jogos nesta sexta-feira

A sexta-feira promete ser bastante movimentada no Campeonato Paulista. A segunda rodada da…