Itália contou com mais um show de Egonu
Home Liga das Nações Itália não dá chances à Turquia e encara o Brasil na decisão
Liga das Nações - 16 de julho de 2022

Itália não dá chances à Turquia e encara o Brasil na decisão

Egonu comanda mais uma grande exibição das italianas, que decidem a taça contra o Brasil neste domingo, às 12h30

A Itália será o adversário do Brasil na decisão do título da Liga das Nações feminina. Neste sábado, horas depois do triunfo das comandadas de José Roberto Guimarães sobre a Sérvia por 3 a 1, as italianas despacharam a Turquia por 3 a 0, com parciais de 25-18, 28-26 e 15-22, em Ancara, na Turquia. A taça será decidida neste domingo, às 12h30 (de Brasília).

Paola Egonu deu mais um show de voleibol e deixou a quadra como maior pontuadora, com 26 acertos, sendo 22 de ataque, três de bloqueio e um de saque. Promete dar trabalho na final. Orro cresceu no jogo e fez uma distribuição objetiva. Bosetti equilibrou a linha de recepção azul e contribuiu com 11 acertos (nove de ataque, um de bloqueio e um de saque).

Na Turquia, Karakurt foi o maior destaque, com 14 (12 de ataque e dois de saque). Erden anotou 11 (10 de ataque e um de bloqueio). As turcas disputam o bronze com a Sérvia antes da final, às 9h.

Sem Sylla, que foi poupada e deu lugar a Pietrini no time titular, a Itália se sobressaiu em um set comandado pela dupla Egonu/Bosetti. O ataque da Azurra era dominante, enquanto as turcas, com um início discreto de Karakurt, não se ajustaram em quadra.

O barulho das arquibancadas cresceu no segundo set. A Turquia contou com um início inspirado de Baladin, e a ascensão de Karakurt ajudou a tornar a disputa mais equilibrada. As equipes trocaram pontos até a reta final do set, quando um erro de ataque de Egonu fez as donas da casa abrirem três pontos de vantagem. Tudo parecia se encaminhar para o empate, mas os erros das mandantes custaram a vitória. As turcas desperdiçaram o set point e viram as rivais abrirem 2 a 0.

Orro manteve a objetividade da parcial anterior, e a partida seguiu sob o controle das comandadas de Davide Mazzanti, muito bem ajustadas na defesa. A Turquia não se entregou, mas novamente deixou o ritmo diminuir na reta final do set. A partida terminou com um ace de Egonu para carimbar mais uma grande exibição da estrela mundial.

Veja também

Brasil vai disputar 7º lugar na Copa Pan-Americana

A Seleção Brasileira sub-21 segue sem vitória na Copa Pan-Americana masculina. Neste sábad…