Juantorena
Home Vaivém Juantorena anuncia adeus ao Civitanova. China é o destino
Vaivém - 8 de julho de 2022

Juantorena anuncia adeus ao Civitanova. China é o destino

Time deixou claro a surpresa e o desconforto com a saída do ponteiro

Após sete temporadas e uma infinidade de títulos, terminou o ciclo de Osmany Juantorena no Civitanova. O surpreendente anúncio aconteceu nesta sexta-feira. O experiente ponteiro, de 37 anos, estava nos planos para 2022/2023, mas pediu para deixar o clube italiano após receber uma proposta do vôlei chinês.

Pelo Civitanova, Juantorena conquistou um Campeonato Mundial de Clubes (2019), uma Champions League (2019), quatro scudettos (2017, 2019, 2021, 2022) e três Copas da Itália (2017, 2020, 2021).

– Não é fácil, mas fiz uma escolha para mim e para minha família. Na minha idade, certas ofertas não são recusadas. Agradeço aos proprietários, gerência e funcionários pela compreensão. Serei o primeiro torcedor do Civitanova e muito em breve os torcedores me encontrarão ao lado deles apoiando o time. Se fecho os olhos e penso na minha história com esta camisa, sinto muitas emoções também pois todos os troféus têm um sabor particular, incluindo o último scudetto, mas o meu coração bate mais forte cada vez que me lembro da final da Liga dos Campeões em Berlim , quando vencemos o Zenit! Foi um sonho abraçar minha família imediatamente e festejar com os fãs na Alemanha. Tenho certeza que o novo jovem e talentoso time dará mais satisfações aos torcedores. Por favor, apoiem os meninos! – disse Juantorena.

CEO do time, Beppe Cormio se despediu do ponteiro:

– A despedida de Osmany surpreende a todos e nos surpreendeu também! Já havíamos fechado nosso período de transferências, mas na tarde da última sexta-feira nosso capitão recebeu uma oferta muito importante e indispensável do exterior. Ele já havia manifestado a ideia de que em caso de propostas sensacionais nos pediria a venda apesar do ano do contrato, e assim foi. Não gostamos e eu pessoalmente, devido ao grande vínculo com “Os”, não o digeri imediatamente. Seu desejo ligado a um trem que passa apenas uma vez aos 37 anos teve que ser atendido em qualquer caso. Aceitamos com relutância, mas é preciso dizer que este campeão deu tanto para alcançar grandes sucessos durante seus sete anos. Chegamos a um acordo e, infelizmente, Juantorena não jogará conosco, mas desejamos a ele que seus sonhos se tornem realidade. Estou convencido de que ele não vai gostar de deixar Civitanova, mas queremos que ele seja feliz! Não ficaremos desprotegidos, anteciparemos um projeto planejado em um ou dois anos e nos apresentaremos no início da nova Liga com um elenco jovem e de qualidade – comentou o dirigente, garantindo ainda a contratação de mais um jogador para a posição neste mercado de transferências do vôlei.

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…