Leal
Home Destaques Leal, Lucarelli, Darlan e Renan analisam vitória brasileira

Leal, Lucarelli, Darlan e Renan analisam vitória brasileira

Veja as declarações após a vitória brasileira sobre a Alemanha, em Osaka

Não faltou emoção na estreia do Brasil na terceira etapa da Liga das Nações, última da fase classificatória da competição. A semana decisiva começou com resultado positivo para a equipe comandada por Renan Dal Zotto, que busca o bicampeonato. Na madrugada desta quarta-feira (6/7) a Seleção Brasileira venceu, de virada, a Alemanha por 3 sets a 1, na Maruzen Intec Arena, em Osaka (JAP). O ponteiro Leal, com 21 acertos (19 ataque, um de bloqueio e um de saque), foi o maior pontuador do jogo.

A equipe do Brasil ainda contou com boas atuações do ponteiro Lucarelli, que marcou 15 vezes, e do oposto Darlan, com 13 pontos. Esta foi a sexta vitória brasileira em nove jogos. O próximo desafio do time brasileiro, agora em quinto na classificação da VNL masculina, será na manhã desta quinta-feira (7/7), contra o Canadá, às 6h (de Brasília), com transmissão ao vivo do Sportv 2.

Leal, ponta, maior pontuador com 21 pontos (19 de ataque, um de bloqueio e um de saque)
– Depois de uma semana de viagem e treino, começamos um pouco devagar na partida, mas o importante é que conseguimos o resultado positivo e os três pontos para dar mais um passo para a classificação para a fase final. Eu estou melhorando a cada jogo, e hoje foi um dia muito bom, espero estar ainda melhor para as próximas partidas.

Darlan, oposto, 13 pontos de ataque
– Eu acredito que fiz uma boa partida, confesso que comecei um pouco nervoso, faz parte, mas fui acolhido pelo grupo e me soltei ao longo do jogo. Todos me deram muito suporte e isso foi a chave para eu entrar no jogo e contribuir para o resultado que buscávamos”.

Lucarelli, ponteiro, 15 pontos (13 de ataque e dois de saque)
– Foi uma vitória muito importante, mesmo sabendo que não fizemos uma partida excelente. Mesmo com algumas dificuldades ao longo do jogo, conseguimos superar esses momentos mais adversos. É sempre bom estar dentro de quadra, é o que amamos fazer, e conseguir o resultado que buscávamos deixa tudo melhor ainda. Agora já vamos começar a pensar no jogo de amanhã.

Renan Dal Zotto, técnico da Seleção
– Sentimos um pouco a falta de ritmo de jogo depois de um pouco mais de uma semana sem jogar, apenas treinando. Mas pudemos tirar boas lições desta partida, estivemos em dificuldade em alguns momentos, e conseguimos sair delas. E essa maturidade é importante para a equipe. No primeiro set sentimos um pouco esta falta de ritmo, mas depois as coisas passaram a funcionar, nosso saque passou a fazer pressão, o bloqueio começou a aparecer. Foi um jogo muito equilibrado. Hoje enfrentamos uma equipe de mais força física, e amanhã, contra o Canadá, teremos um adversário que erra menos, que cada ponto precisa ser conquistado. Eles jogam com bolas mais rápidas, muito técnico e que vem dando dificuldades para todos as equipes que os enfrentaram.

Veja também

Flávio admite viver momento especial da carreira

Aos 29 anos, Flávio vive um dos melhores momentos da carreira. O meio de rede defenderá o …