Quênia Luizomar
Home Destaques Luizomar elogia evolução queniana após amistosos
Destaques - Internacional - 26 de julho de 2022

Luizomar elogia evolução queniana após amistosos

Quênia jogou duas partidas com a Seleção Brasileira sub-21, na semana passada

A equipe feminina de vôlei do Quênia reinicia os treinos em Osasco após dois jogos-treino contra a Seleção Brasileira sub-21. As africanas, comandas pelo técnico Luizomar de Moura, tiveram a oportunidade de conhecer o Centro de Desenvolvimento do Vôlei (CDV), em Saquarema, no Rio de Janeiro, e colocar em prática todo o trabalho desenvolvido no Ginásio José Liberatti, desde o final de junho.

– O projeto para o desenvolvimento do esporte no continente africado, especificamente no Quênia, patrocinado pelo programa piloto da FIVB Volleyball Empowerment, da Federação Internacional de Vôlei é de extrema importância. E é uma honra pessoal, para a minha comissão técnica e para a cidade de Osasco, receber a seleção queniana e contribuir para esse processo. Uma alegria também contar com a colaboração da Confederação Brasileira para esses jogos-treino e quero agradecer a todos os envolvidos – comenta Luizomar.

Enquanto a seleção queniana se prepara para o Campeonato Mundial, entre 23 de setembro a 15 de outubro, na Holanda e na Polônia, sobre o comando de Luizomar, o Brasil treina para o Sul-Americano sub-21. O técnico Wagão está à frente do time que vai em busca do título em Cajamarca, no Peru, de 17 a 21 de agosto.

Além do treinamento no Rio de Janeiro, as atletas quenianas tiveram a oportunidade de conhecer um pouco da Cidade Maravilhosa enquanto se deslocaram até o CDV. Em Saquarema, além da quadra, aproveitaram para conhecer de perto a praia. O lado turístico da viagem contou ainda com uma parada do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida do Norte.

Luizomar elogiou o comportamento das atletas quenianas dentro e fora de quadra.

– Elas sabem viver com alegria, sem perder a seriedade no trabalho. Enfrentamos uma Seleção Brasileira sub-21 de alta qualidade e foi muito bacana ver e sentir a evolução delas ao passar dos sets. Ainda temos um longo caminho a percorrer em termos de evolução do vôlei africano, mas estamos caminhando e os passos estão cada vez mais largos – complementa Luizomar.

Uma prova das palavras do treinador é o desempenho do time em Saquarema.

– Após um primeiro duelo de muito aprendizado, elas fizeram uma partida mais equilibrada, com placar de 3 a 2 para o Brasil – relata o treinador, lembrando que após as cinco parciais, os treinadores rodaram os elencos em mais um set, vencido pelas donas da casa.

– Estamos muitos felizes com a oportunidade desse período de treino no Brasil, com o apoio da Federação Internacional e de Osasco. Foi muito importante treinar no CT em Saquarema e enfrentar o time sub-21 do Brasil. Além do trabalho em quadra, pudemos conhecer um pouco mais da história do vitorioso vôlei brasileiro no Centro de Desenvolvimento no Rio de Janeiro – afirmou a capitã queniana Mercy Moim.

Veja também

Mineiro masculino: divulgados os oito participantes

A Federação Mineira anunciou, nesta terça-feira, os oito participantes do Estadual masculi…