Polônia
Home Liga das Nações Polônia se reabilita e fica com o bronze na VNL
Liga das Nações - 24 de julho de 2022

Polônia se reabilita e fica com o bronze na VNL

Kurek foi o maior pontuador na partida contra a Itália

A medalha de bronze da Liga das Nações masculina de 2022 é da Polônia. Neste domingo, os atuais bicampeões mundiais derrotaram a Itália por 3 sets a 0, parciais de 25-16, 25-23 e 25-20, na cidade de Bologna.

É a terceira vez em quatro edições que a seleção da Polônia vai ao pódio, somando com o bronze de 2019 e a prata de 2021. Já a Itália, com o quarto lugar, conquistou sua melhor posição.

Ficou claro desde o início que os poloneses, mais experientes, haviam conseguido digerir melhor a derrota por 3 a 0 nas semifinais. Os italianos, em casa, em poucos momentos conseguiram jogar soltos, sem repetir assim boas atuações de outras etapas da VNL e até o Campeonato Europeu do ano passado.

Um fundamento com enorme diferença entre as duas seleções foi o saque. Foram dez aces da Polônia, contra apenas um da Itália. Sem contar inúmeros lances de passe bem quebrado para Giannelli distribuir os ataques.

Tal cenário também influenciou demais as jogadas pelo meio de rede. Enquanto Bieniek e Kochanowski somaram 16 pontos no jogo, Galassi e Anzani ficaram com apenas quatro, juntos.

A Azzurra sentiu muita falta do seu jovem fenômeno Michieletto. O ponta canhoto fez cinco pontos, com um abaixo aproveitamento ofensivo de 21%. O maior pontuador foi Kurek: o oposto terminou com 13 pontos: dez no ataque e mais três no saque. A destacar ainda a entrada de Fornal no lugar de Sliwka, colaborando com mais seis acertos, além de estabilizar a linha de passe. O ponta Lavia liderou a Itália na pontuação, com 14.

A final da VNL acontece neste domingo, às 16h (de Brasília), entre Estados Unidos e França. O Web Vôlei transmite, sem imagens, com narração de Bruno Souza, comentários de Gurja e Daniel Bortoletto.

Veja também

Fluminense: aposta em elenco alto, jovem e agressivo

Primeiro campeão brasileiro de vôlei feminino, em 1976, e seis vezes campeão sul-americano…