Irã Polônia
Home Destaques Polônia sofre para superar o Irã na VNL
Destaques - Liga das Nações - 21 de julho de 2022

Polônia sofre para superar o Irã na VNL

Na semifinal, time polonês vai duelar com os Estados Unidos

A Polônia é a quarta e última semifinalista da Liga das Nações masculina de vôlei na edição de 2022. Nesta quinta-feira, em Bologna (ITA), triunfo dos atuais bicampeões mundiais sobre o Irã por 3 sets a 2, parciais de 25-21, 24-26, 25-18, 15-26 e 15-7. Na busca por uma vaga na decisão, os poloneses duelarão com os Estados Unidos, os algozes do Brasil, no sábado, às 13h, com transmissão pelo Sportv2 e a pela Volleyball World. Na sequência, às 16h, o clássico europeu entre Itália e França definirá o outro finalista.

O resultado teve um sabor de revanche para a Polônia. No último dia 5 de julho, os iranianos calaram a fanática torcida em Gdansk com o triunfo no tie-break. No reencontro, o equilíbrio se fez presente outra vez. E um fundamento foi decisivo para bem e para o mal: o saque.

No primeiro set, as linhas de passe conseguiram controlar bem os serviços adversários. E a Polônia conseguiu ser superior mesmo com uma atuação apagada de Kurek no ataque na parcial. No segundo, o saque deixou a Polônia na mão na reta final. Foram vários erros em sequência na parte final. O Irã, por sua vez, deixou tudo igual com um ace de Milad Ebadipour.

O revés fez a Polônia iniciar o terceiro set mais tensa. Os iranianos chegaram a ter o controle das ações até o central Bieniek fazer estragos no saque. Ele chegou na posição com o placar apontando 15-14 e saiu de lá com 20-15, deixando o triunfo encaminhado.

O quarto set, por sua vez, foi um passeio do Irã, dominante em todos os fundamentos, incluindo o saque. Individualmente, Milad e Amin foram protagonistas, trazendo boa parte da torcida italiana para o lado do time asiático. E com direito a alguns afrontes.

Para evitar a zebra, apareceu o ponta polonês Semeniuk, craque da última Champions League. Foram três pontos de bloqueio consecutivos dele logo na abertura do tie-break.  O 4 a 0 no placar tranquilizou a Polônia, que pôde administrar a diferença até fechar a partida, com Semeniuk doutrinando também no ataque como bola de segurança de Janusz.

Amin foi o maior pontuador do confronto com 22 acertos, seguido por  Semeniuk e Milad, com 17 cada.

 

 

Veja também

Irmãs Key e Keyt Alves se enfrentam no Paulista

Companheiras fora das quadras, as irmãs Key e Keyt Alves serão rivais nesta terça-feira, n…