Brasília
Home Destaques Brasília: presença no masculino fortalece projeto
Destaques - Especiais - Estaduais - Superliga - 2 de agosto de 2022

Brasília: presença no masculino fortalece projeto

Equipe comandada por Marcelo Thiessen busca ampliar relevância na Superliga masculina

Um clube de vôlei, e não apenas um time da Superliga. Assim o Brasília Vôlei quer ser cada vez mais conhecido no cenário brasileiro. É por isso que o projeto, idealizado em 2015 no naipe feminino, dá cada vez importância também ao masculino, em seu segundo ano na elite. Os meninos do Distrito Federal são o tema da sexta matéria da série especial do Web Vôlei sobre os 24 participantes da próxima edição do torneio nacional.

Após a décima colocação na temporada passada, o time do Centro-Oeste garantiu a estadia na Superliga e apostou na mistura de jovens e experientes. Dez atletas deixaram o grupo. Uma das principais baixas é o ponteiro Lucaian Pereira, que se transferiu para o Montes Claros/América Vôlei.
A equipe segue sob o comando de Marcelo Thiessen, treinador responsável pelo acesso à Superliga no ano passado, após o vice-campeonato da Superliga B 2020/21. Aos poucos, a diretoria busca alcançar resultados mais relevantes, com a expansão das categorias de base e a detecção de talentos locais.
Dos remanescentes da última Superliga, as apostas são o cubano Adrián Goide, eleito o melhor levantador da última Copa Pan-Americana e campeão da Challenger Cup (em que Cuba garantiu acesso à VNL 2023), Renato Adornelas, jogador experiente e com bagagem internacional, e Luan Mota, que também já jogou pelo Brasília na Superliga B, em 2016/17.
Dentre as contratações, destacam-se os três jovens centrais: Victor Alcântara (Vitão), ex-SK AICH/DOB, pelo qual foi campeão da Copa Austríaca, Geovane Kuhnen, ex-Vedacit Vôlei Guarulhos, e David Figueiredo, ex Aprov/Chapecó, pelo qual foi campeão da Superliga C na última temporada.
O time conta ainda com duas novidades nas pontas: Jerson, que joga pelo Brasília desde o início da carreira, mas se afastou das quadras para se dedicar aos estudos nos últimos dois anos, além de Rafael de Bairros, que retorna de uma experiência internacional na Hungria.
Posição na última Superliga: 10ª.
Reforços contratados: Luan Fonseca (levantador), Jerson Aparecido da Costa Junior (ponteiro), Rafael De Bairros (ponteiro), David Figueiredo (central), Geovane Kuhnen (central) e Victor Alcântara (central).
Quem teve o contrato renovado: Adrián Goide (levantador), Renato Adornelas (oposto), Luan Mota (ponteiro), Robson Rodrigues (ponteiro), Diego Dutra Silva (central), Matheus Santos Martins (líbero) e Thiago Gomes (líbero).
Quem saiu: Paulo Iury Lamounier (levantador), Carlos Henrique Silva (levantador), Dario Queiroz Pereira (oposto), Cristiano Santos (ponteiro), Caio Sales (ponteiro), Lucaian Pereira (ponteiro), Thiago Marques (ponteiro), Álvaro Dourado (central), Bruno Rubbo (Central), Mikael Moraes (Central) e Alesson Santiago (central).
Estrangeiros: Adrián Goide (Cuba).
Técnico: Marcelo Thiessen
Competições previstas no calendário: Superliga e Campeonato Mineiro.

Veja também

Lopez é destaque em classificação de Cuba

O ponteiro Miguel Lopez foi o grande nome da classificação de Cuba para a final da Copa Pa…