Perugia
Home Destaques Perugia muda para realizar sonho europeu
Destaques - Internacional - 6 de agosto de 2022

Perugia muda para realizar sonho europeu

Mais um capítulo da série sobre os principais clubes europeus

Após uma temporada 2021/2022 um tanto quanto frustrante, o Perugia quer deixar no passado as decepções e desponta para a próxima temporada como um dos favoritos aos principais títulos tanto na Itália quanto nas copas europeias. A Copa Itália, único título vencido pelo Perugia na temporada recente, não conseguiu segurar o sérvio Nikola Grbic no comando técnico, talvez pela grande expectativa de títulos que era pretendida pela direção do clube. Essa é a primeira grande mudança da equipe que ainda busca sua primeira conquista da Champions League, principal torneio de clubes na Europa.

Na última década, desde quando conseguiu promoção para a Superliga Italiana, o Perugia vem ganhando destaque e hoje já é figurinha carimbada quando se fala em principais clubes do vôlei. Com alto investimento, a equipe ainda segue buscando o grande sucesso internacional. Tricampeão da Copa Itália e da Supercopa da Itália, o Perugia tem como principal conquista o “scudetto” da temporada 2017/2018. Mas o sucesso que têm obtido na Itália não se estende aos torneios internacionais. Sonhando alto, o italiano Andrea Anastasi foi a escolha para guiar o qualificado grupo ao topo.

O polonês Wilfredo Leon é a grande estrela da companhia, mas se engana quem pensa que o time para por aqui. O time italiano teve uma janela interessante e trouxe bons nomes para fortalecer o elenco. Principal contratação, o ponteiro Kamil Semeniuk, chega com prestígio, já que aos 26 anos foi eleito o MVP do último triunfo do Zaksa na Liga dos Campeões. Já no meio de rede, o brasileiro Flávio, após temporada importante defendendo o Vibo Valentia, foi contratado e chega para reforçar o poderio de ataque.

Na última temporada, um dos principais problemas do Perugia esteve na saída de rede, com o oposto Kamil Rychlicki oscilando nos momentos cruciais. O clube sentiu a necessidade de reforçar o setor: o potente canhoto cubano Jesus Herrera, ex-Chaumont (FRA) foi o nome escolhido. Com um elenco qualificado e boas peças, o Perugia vislumbra uma temporada vitoriosa e espera dar fim ao jejum de títulos internacionais.

Posição na última Liga Italiana: Vice-campeão

Reforços contratados: Jesús Herrera (oposto), Gregor Ropret (levantador), Flávio (central), Kamil Semeniuk (ponteiro) e Julio Cardenas (ponteiro).

Quem teve o contrato renovado: Simone Giannelli (levantador), Kamil Rychlicki (oposto), Wilfredo Leon (ponteiro), Oleh Plotnytskyi (ponteiro), Massimo Colaci (líbero), Alessandro Piccinelli (líbero), Sebastián Solé (central), Stefano Mengozzi (central) e Roberto Russo (central).

Principal baixa: Matt Anderson (Beijing, da China)

Técnico: Andrea Anastasi (ITA)

Competições previstas no calendário: Supercopa da Itália, Liga Italiana, Copa Itália e Champions League.

Por Robson Leal, em colaboração ao Web Vôlei

Confira as matérias anteriores da série especial do Web Vôlei

Vakifbank, com Gabi e Egonu, defende ano perfeito

Zaksa tenta se manter no topo sem Semeniuk

Conegliano se renova para seguir no topo

Veja também

Brasil leva virada na Copa Pan-Americana

A quarta-feira (10/8) não foi marcada pela reabilitação do Brasil na Copa Pan-Americana, e…