Paulo Coco - Copa Brasil
Home Copa Brasil Paulo Coco: “Vejo a equipe encaixar nesta reta final”
Copa Brasil - Destaques - 4 de março de 2024

Paulo Coco: “Vejo a equipe encaixar nesta reta final”

Comandante do Dentil/Praia Clube destacou consistência defensiva e agressividade do grupo na conquista da Copa Brasil


A conquista inédita da Copa Brasil em um jogaço decidido no tie-break, no último domingo (3), teve importância além do título propriamente dito na avaliação do técnico Paulo Coco. As vitórias sobre dois de seus principais rivais no cenário nacional, Sesc RJ Flamengo na semifinal e Gerdau Minas na decisão, apontaram uma subida de degrau de suas comandadas tanto em aspectos ofensivos quanto defensivos.

Na semifinal, a equipe de Uberlândia passou pelo Rubro-Negro por 3 sets a 0, com muita consistência. Na fase anterior, as comandadas de Paulo Coco despacharam o Sesi Bauru por 3 a 2. E a decisão diante do Minas, repleta de emoção, mostrou a frieza do Praia no momento decisivo. O comandante tem em mente que essa evolução é essencial na busca pelo bicampeonato consecutivo da Superliga.

– Foi muito importante para confirmar o crescimento do grupo, que apresentou mais volume de jogo, uma consistência maior do sistema defensivo, uma proposta de jogo agressiva no saque e poucos erros. Vejo a equipe se encaixando na reta final. Fizemos um grande Sul-Americano, evoluímos na Copa Brasil, com uma vitória consistente na semifinal sobre o Sesc RJ Flamengo, que lidera a Superliga e vem mostrando grande qualidade de jogo durante todo o ano – comentou Paulo Coco.

A Copa Brasil era o único título nacional que faltava na galeria do time de Uberlândia, o que é motivo de celebração para Paulo Coco.

– Essa conquista demorou, mas veio! O sentimento é de felicidade. A equipe mostrou evolução, depois de um início difícil de temporada, em que tivemos que lidar com 11 trocas de jogadoras. Mas nos ajustamos e chegamos às finais. Foi o quinto jogo contra o Minas e o quarto decidido no tie-break. É um clássico que foi coroado com um título inédito para o Praia, para nossa história. Agora é comemorar – comentou Paulo Coco.

O treinador fez uma projeção da reta final do Dentil/Praia Clube na Superliga Feminina. A equipe ocupa a terceira colocação, com 41 pontos. O Minas é o quarto, também com 41, mas em desvantagem no set average.

– Ainda temos muito a crescer e vamos buscar isso. Teremos pela frente o Fluminense e os clássicos contra Sesc RJ Flamengo, Osasco e Minas, para tentar consolidar esse crescimento e buscar um ajuste mais fino – completou o treinador.