Home Destaques FIVB atende atletas e anuncia medidas para minimizar efeitos do calendário
Destaques - Internacional - Seleção Brasileira - 11 de abril de 2019

FIVB atende atletas e anuncia medidas para minimizar efeitos do calendário

Tabela "inteligente" e maior número de inscritos na VNL são novidades

A Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou, nesta quarta-feira, ter atendido alguns pedidos dos atletas, que demonstraram recentemente insatisfação com o calendário da modalidade.

Após reunião do Conselho da Liga das Nações, a VNL, mudanças foram confirmadas pela entidade.

Na temporada de 2020, uma novidade para diminuir o desgaste das viagens: não haverá sorteio para definição dos jogos. A tabela e a logística de viagens da competição serão definidas pela já contratada tecnologia fornecida pela KPMG. O sistema define através de algoritmos o calendários dos jogos e as rotas de viagens, reduzindo distâncias percorridas por cada equipe e um equilíbrio dos deslocamentos para todos.

A partir da Liga deste ano, com início em fim de maio, a FIVB vai tornar o processo de registro das equipes mais flexível ao aceitar uma lista de inscrição de atletas mais extensa, permitindo aos técnicos registrar 12 ou 14 nomes antes de cada etapa. A lista inicial contará com 30 atletas.

Foi aprovado também um período de descanso após os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, ainda a ser definido, e o compromisso da Comissão Médica da FIVB em preparar recomendações sobre o descanso do atleta. Além disso, está em curso o estudo de melhorias no calendário do vôlei a partir de 2021.

Mudanças a caminho na Liga das Nações (FIVB Divulgação)

“Tivemos uma série de discussões muito importantes, que moldarão o futuro do vôlei e da VNL. Tenho muito orgulho de o Conselho ter escolhido apoiar as propostas apresentadas após as reuniões com os atletas. Na FIVB queremos garantir que a voz dos atletas seja ouvida, pois eles estão no coração do nosso esporte. Juntamente com a Comissão de Atletas da FIVB, continuaremos a trabalhar em benefício deles”, disse o presidente Ary Graça.

A FIVB também tomou a decisão de oferecer prêmios em dinheiro durante a fase de classificação da Liga das Nações. No total, serão distribuídos 7 milhões de dólares.

LEIA TAMBÉM

Novara elimina o Vakifbank, no golden set, com 39 pontos de Egonu

De virada, Sesi-SP derrota o Sesc RJ e já pode garantir vaga na final no próximo sábado

Civitanova bate poloneses e vai encarar o Zenite Kazan na final da Champions

EMS/Taubaté vira para cima do Sada/Cruzeiro e faz 2 a 0 na série semifinal

+ Dentil/Praia Clube atropela o Sesi/Bauru de novo e vai à final da Superliga

Itambé/Minas sofre em Osasco, mas se garante na decisão

Adenízia pede afastamento da Seleção e deixa Tóquio-2020 em aberto

Um papo com Macris sobre Seleção, veganismo, ranking e futuro

+ Patrocínio do Sesc é renovado e time feminino começa a reconstrução

Veja também

Flávio admite viver momento especial da carreira

Aos 29 anos, Flávio vive um dos melhores momentos da carreira. O meio de rede defenderá o …